Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

PORTUGAL: BEM VINDO SANTO PADRE!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

18 março 2009

São Mendes na Casa do Pai

A minha querida Amiga São Mendes já vive a Páscoa eterna, na Casa do Pai.

Obrigado aos amigos que rezaram por ela, aqui pelo Retalhos e a todos os que desde o IPO às sua casas, caminhos, trabalhos se fizeram presentes unindo amizade e fé..

Deixo aqui o que brotou do meu coração nesta hora de despedida

São Mendes na Casa do Pai.


A São encontrou o olhar íntimo do Pai. Chegou a sua hora, a hora da sua Páscoa. Toda a vida se encaminhou para este momento, na entrega, na alegria, na disponibilidade, na juventude.
A São partiu, sim, partiu depois de viver connosco o maior dom que todos tanto desejamos, o dom de uma amizade que foi caminho de vida para Cristo.
Esta nossa Amiga estava sempre presente nos momentos certos e, tantas vezes a enxugar as nossas lágrimas e a dar aquele empurrão para avançarmos sem receios, que só alguém com uma fé profunda e uma maturidade humana poderia dar.
O seu olhar e o sorriso tornavam sempre tão fácil estar e trabalhar com ela em prol dos jovens, o seu grande tesouro, os jovens franciscanos.
Desde a primeira hora que a São sonhou e ajudou como poucos a concretizar a realidade da Juventude Franciscana em Portugal. Ela foi verdadeira semente que, nesta hora da partida sentiu os frutos doces nos muitos amigos que rezaram, em tantos sítios, e na beira da sua cama do IPO, tantos amigos que cantaram para ela as músicas que ela queria ouvir, que rezaram o Terço com ela amenizando a dor, que lhe leram Palavras do Evangelho de cada dia, palavras de Francisco e Clara, palavras – como as minhas – que estando longe em distância física nos tornámos presentes.
A São repousou em paz, na paz e no bem de Francisco de Assis. Tenho certeza que agora junto do Pai, com Francisco ela já canta: “Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã a morte corporal”.
E olhando a beleza da vida que teve e o quanto bem pôde fazer junto dos seus, familiares e amigos, franciscanos nós todos que tivemos o privilégio de fazer parte deste seu caminho, como Clara ela pode dizer: “Louvado sejas meu Senhor por me haveres criado”.
A nós, que nos dirá a nós a nossa querida São neste momento? Tomo palavras de Khalil Gibran para dizer o que tenho certeza nos diria: “Quando o vosso amigo estiver silencioso o vosso coração não deixe de escutar o seu coração”. Sim, agora é no silêncio que continuaremos a escutar a sua voz, o seu sorriso aberto e fraterno, livre porque de uma mulher livre. Sim é no silêncio humano que continuaremos a escutar os seus conselhos amigos, os seus desafios, os seus puxões de orelhas maternos, ou dizer simplesmente com a alegria enorme: “o meu frei…”.
A nesta hora da partida, depois de tanto nos ter dado e de tanto sofrer e sentir que não estava só, que éramos tantos e cada um a ser presença, agora ao despedir-se de nós ela diz-nos como Gibran: “tenho menos pressa que o vento; contudo tenho de partir. (…) Voltarei com a maré. E embora a morte possa ocultar-me e rodear-me o maior silencio, buscarei, de novo, a vossa compreensão. (…) Digo-vos adeus e à juventude que passei convosco. Foi apenas ontem que nos encontrámos num sonho. Cantastes para mim, na minha solidão, e dos vossos sonhos construí uma torre no céu. (…) Se no crepúsculo da memória nos encontrarmos uma vez mais, juntos falaremos outra vez e cantar-me-eis uma canção mais profunda.” (Khalil Gibran)
Querida São, não precisarás de voltar, não nos reencontraremos porque jamais deixaremos de te escutar, jamais deixaremos passar a tua presença em cada um de nós, jamais a JuFra se esquecerá desta irmã, mãe e amiga e sim, continuaremos a cantar contigo as sementes de Assis, continuaremos a celebrar a festa da vida na certeza de que na Páscoa eterna tu estás connosco e cantas alegremente a ressurreição.
OBRIGADO SÃO PELO TEU TESTEMUNHO E PELOS PASSOS CERTOS QUE ME AJUDASTE A DAR…


Peço-te que do céu continues a chamar “o meu frei…”
“Que o Senhor te abençoe”

O teu Frei que te recorda com muito carinho.

Fr. Albertino S. Rodrigues O.F.M.


Lisboa, 18 de Março de 2009

13 comentários:

kalita disse...

Bom Dia Frei Albertino

Ontem Lí o post anterior e em minhas orações pedi a Deus que cuidasse desta amiga.Que Maria a cobrisse com seu manto...
Hoje ao saber de sua partida alegro-me por saber que ela está bem, junto ao pai, e ao ler suas palavras sobre ela dei um sorriso...o mundo precisa de mais pessoas assim, pena não ter tido oportunidade de a ter conhecido mas isso não importa, o Eterno que ela cultivou permanece e é deixado pra nós...através dos jovens, através das suas lembranças e narraçoes sobre ela, através do exemplo deixado.
Que Deus suscite mais pessoas exemplares assim como a São...
Abraço Fraterno
Kálita

Anónimo disse...

Rezo ao Pai do Céu para que tenha a irmã São em seus braços na paz eterna.
SOLEMAR

maresia disse...

Deus seja louvado!
Nestes minutos de intervalo de almoço, visito o nosso querido "Retalhos2" e encontro esta partilha profunda como só a presença da irmã morte é, para dizer que esta nossa irmã agora vive em pleno junto do PAI e mais ainda junto de nós, preparando-se para um dia de Festa do Pai amanhã, junto d'ELE, o PAI dos PAIS.
Seja por Caridade

Miguel disse...

Obrigado, Amigo Albertino, pelo teu testemunho de uma AMIZADE, toda ela com letras grandes.
Há PRESENÇAS nas nossas vidas que, já à partida, trazem o selo da eternidade.
No mais, nestas horas o SILÊNCIO de Deus é mais eloquente do que todas as palavras do mundo...

Sirlene disse...

Frei Albertino!
Emocionante seu testemunho!Estou aqui pensando:quantas pessoas no mundo tiveram a felicidade de ter uma despedida assim tão pungente, tão amorosa, tão sincera, despretenciosa e tão límpida!Dá para perceber o quanto a São Mendes faz juz !Ninguém solta a voz com tanta espontaneidade para quem não mereça!Daqui do outro lado do "lago"deu pra emocionar! Rezo por ela pelo "Frei dela", cujo coração tb merece consolo!
Sirlene

fiducia disse...

Apesar de não conhecer esta irmã basta-me o testemunho do Frei sobre ela. Desde dia 16 que rezo para que o seu encontro com a irmã "Morte" seja suave e em paz. Ao vir de novo ao blog agora, emocionou-me muito esta partilha tão sentida e profunda, temos a certeza que há festa no Céu com a chegada desta irmã...Esta semana estou particularmente sensível a este tema, também porque uma pessoa de família partiu deste mundo, no domingo, de forma súbita, deixando uma grande tristeza por não podermos voltar a rir com as suas graças, mas à pouco na Missa que antecedeu o funeral, confesso que vieram muitas delas à minha mente e apeteceu-me sorrir. Que estejam em PAZ...

Nangba disse...

Querido Frei Albertino,
ela quer-nos a sorrir interiormente, a cantar profundamente e a dar graças ao bom Deus pela sua vida!
Foi para mim dos modelos mais importantes a seguir, o meu farol, apagando e acendendo como que a guiar-me sem me prender...
Sinto-me tão pequenina diante do tanto que ela fez por mim e me ensinou.
Aqui, perto dela ainda, sei que não é a ela que acompanho nesta hora mas é o pouco que ainda posso fazer por ela...
Ela é muito grande, o nosso meio tostão de gente... ofereceu cada dor. Agora colherá seus frutos e nós, agradecemos!!!
Obrigada pela sua companhia forte e amiga. Ela sorriu muito com o coração, eu sei que sim!!!
nangba

LenaD disse...

Fr Albertino,
neste momento louvo o Pai pela São e por tudo o que ela nos deu. A Jufra sempre foi e continuará a ser a "menina dos seus olhos". Agora ela vela ainda mais por nós.
Fica-nos a certeza do seu Encontro com o Pai, encontro este que ela nunca temeu, pois assim podia estar mais perto d'Ele.
Hoje também ela exclamou como o salmista: "Em paz me deito e adormeço tranquila"
Estamos juntos! Paz e Bem

mariana disse...

Acabo de entrar no Blog e fico emocionada com o seu testemunho Frei!
Esta mulher que eu não conheçi, mas que é referencia para todos vós que com ela partilharam vossas alegrias e tristezas.
Agora na Casa do Pai, ela com Francisco rezará mais por vós.
A si Frei, força e coragem. As despedidas são sempre difícies, mesmo que sejam, até mais vêr!

xana disse...

Frei! Rezo ao Pai, para que esta nossa irmã São que eu não conheci, mas de quem o Frei fala com tanto carinho e que toda a sua Vida foi uma Vida de entrega, de acolhimento, de Fé, profunda, uma Vida toda em Deus e para Deus, goze já da ETERNA FELICIDADE junto do Pai a quem tanto amou… PAZ à sua alma….

Anónimo disse...

Neste momento a nossa oração vai para ela...

Ogima

Anónimo disse...

Entrei e vi a homenagem tão sentida de alguém
que teve a sorte de ter na sua vida a São.Não
tive o prazer de a conhecer,mas pelo carinho e amor que vejo que o frei Alberto e muitas outras pessoas tem pela São,vejo que ela é um anjo do Senhor.Todo o bem que fez e continua a fazer,agora mais pertinho do PAI.O Senhor é
maravilhoso,pois coloca pessoas tão lindas no meio do seu povo.Muito obrigada,por partilharem um testemunho tão cheio.Que a São esteja a ver todas as pessoas que a amam e a recordam com alegria.A sua juventude,bondade,disponibilidade e tudo o que colocou ao dispor dos outros,deixou marcas da sua passagem por aqui.Embora esteja agora com o PAI,nunca deixará de se sentir a sua presença e alegria,para aqueles que a conheceram e pelos que ouviram falar dela e não poderam ficar indiferentes com as suas qualidades extraordinárias.Fique em Paz com O SENHOR,SEMPRE SORRINDO.

UMA ADMIRADORA DA SÃO.(QUE É UM MODELO DE EXEMPLO PARA TODOS NÓS).Adoraria tê-la conhecido pessoalmente,mas tudo o que foi partilhado a seu respeito já me fez conhecer e partilhar esta homenagem á SÃO.

Anónimo disse...

obrigado SENHOR, por me teres dado a oportunidade de ter conhecido, convivido e vivido a muitos niveis alegria e o saber estar da nosssa Irma SAO MENDES.
Louvado sejas Senhor, por este tao humilde pecador Angelo Dias

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você