Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

Senhor! Fazei-me instrumento da vossa paz!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

01 novembro 2013

Dia de TODOS OS SANTOS

Celebramos hoje, uma vez mais, a Grande Solenidade de TODOS OS SANTOS, aqueles que já nos precederam na fé gozam a plenitude da Eternidade mas também todos quantos caminham connosco na fé e na busca do bem.
Celebrar todos os Santos é celebrar a Vida, a Fé, a Misericórdia, a Graça de Deus em nós. É unir num único louvor a Igreja Celeste e a Igreja Peregrina na terra.

Meditemos com e Evangelho deste dia: O SERMÃO DA MONTANHA.
Que todos os Santos e Santas de Deus intercedam por nós…

“O dia de todos os Santos é uma Solenidade Cristã instituida em honra de todos os Santos, conhecidos e desconhecidos, segundo o Papa Urbano IV. Nos paises de tradição Católica, celebra-se no dia 1 de Novembro.
A Igreja primitiva tinha o costume de celebrar o aniversário da morte de um mártir no lugar do martírio. A Igreja, sentindo que cada mártir devia ser venerado assinalou um dia comum para todos.
O primeiro vestígio desta Celebração remonta-se a Antioquia no Domingo antes da Festa do Pentecostes.
Menciona-se também um dia em comum num sermão de Santo Efrén, o Círio, no ano 373.
No início somente os Mártires e S. João Baptista eram honrados num dia especial. Outros santos foram sendo acrescentados (a estas Celebrações) gradualmente.
Gregório III consagrou uma Capela na Basílica de S. Pedro dedicada a todos os Santos e decretou o seu aniversário para o dia 1 de Novembro.
Na Basílica dos Apóstolos, que já existia em Roma, a sua dedicação celebrava-se anualmente no dia 1 de Maio.
Gregório IV estendeu a Celebração do dia 1 de Novembro a toda a Igreja.
Esta Celebração acabou por coincidir com a celebração pagã de “Samhain” no dia 31 de Outubro, festa que agora tem o nome de Halloween, que provém da frase “véspera de todos os Santos” entre os Anglo-Saxões, no final do ano Celta.”

11 comentários:

maresia disse...

Amigo Frei, santa noite e bem haja pelas novidades e ensinamentos nesta verdadeira escola RETALHOS. Estamos sempre a aprender...
Só lamento que se ligue a este dia, um dia de luto, quando na verdade ele deveria ser de Festa autêntica...unidos num único louvor, a Igreja Celeste e a Igreja Peregrina na terra.
Obrigada Professor pela lição.
Seja por Caridade

Miguel disse...

Este dia lembra-nos - a nós baptizados - de que TODOS somos chamados à santidade, ainda que nem todos, algum dia, venhamos a ser canonizados. Viver a graça do nosso baptismo significa caminhar para a santidade, não perder de vista o objectivo para o qual Deus nos chamou à vida e procurar realizá-lo com toda a consequência.
Rezemos para que todos os cristãos tomem nova consciência desta sublime vocação e que façamos tudo para a realizar.

Obrigado, Albertino, que uma vez mais nos apresentas este ensinamento precioso sobre a festa de Todos os Santos.

xana disse...

AMIGO! OBRIGADA por esta partilha, por estes ensinamentos que nos vai dando aqui neste cantinho”RETALHOS”. Todos somos chamados a ser santos. Não saímos do nada
para voltar ao nada. Deus não brinca connosco., Ele tem um projecto de AMOR para cada um de nós. A liturgia de hoje revela-nos o projecto de Deus para nós: quer levar-nos a participar da Sua santidade, decidiu introduzir-nos no Seu mundo santo.
Os Santos que hoje comemoramos, procuraram viver, cada um à sua maneira, o Espírito das Bem-aventuranças. Estas são exigência e convite para agirmos de umas forma nova, que nos faz felizes. Aprendamos a ser FELIZES, a saber conviver em Paz e harmonia, com a nossa fragilidade, pobreza e às vezes até alguma impotência perante certas situações…
As bem-aventuranças são para nós caminhamos de Felicidade! Tentemos vivê-las com os critérios de Jesus, e deixemo-nos contagiar pelo seu espírito.
Uma boa noite, em união com todos os anjos e Santos de Deus…

Anónimo disse...

Amigo Frei, tenho aprendido tanto neste blogue. É tão importante haver alguem que apesar de todos os afazeres e do pouco tempo disponível ainda consegue dispor de uns pedaços para ensinar os outros.Dou graças a Deus por tudo o que nos dá e nos oferece continuamente.

Cecília

mariana disse...

Amigo Obrigada por tudo o que aqui coloca, para nos dar sempre mais, que neste dia todos os Santos de Deus intercedam por si.

A marca dos Santos são as Bem–aventuranças que Jesus proclamou no Sermão da Montanha; por isso este texto do Evangelho de S. Mateus (5,1ss) é lido na Missa deste dia. Os Santos viveram todas as virtudes e por isso são exemplos de como seguir Jesus Cristo.

Cada um de nós é chamado a ser santo. Disse o Concílio Vaticano II que: "Todos os fiéis cristãos, de qualquer estado ou ordem, são chamados à plenitude da vida cristã e à perfeição da caridade". Todos são chamados à santidade: "Deveis ser perfeitos como vosso Pai do Céu é perfeito" (Mt 5,48):

O caminho da perfeição passa pela cruz. Não existe santidade sem renúncia e sem dor. O progresso espiritual passa pela oração, vida sacramental, reflexão, luta contra si mesmo; é isto que nos leva gradualmente a viver na paz e na alegria das bem-aventuranças.

Que sejamos capazes de seguir o exemplo que os Santos nos deixaram.

Xana 2011 disse...

Todos os Santos (Mt 5, 1-12)
Nesta festa cristã de Todos os Santos, quero partilhar como entendo e procuro viver alguns rasgos da minha fé na vida eterna. Aqueles que conhecem e seguem Jesus Cristo compreenderão estas palavras.
Acreditar no Céu é, para mim, recusar-me a aceitar que a vida de todos e de cada um de nós é apenas um pequeno parêntese entre dois imensos vazios. Apoiando-me em Jesus, intuo, pressinto, desejo e acredito que Deus vai conduzindo para a sua verdadeira plenitude o desejo de vida, de justiça e de paz que se encerra na criação e no coração da humanidade.
Acreditar no Céu é, para mim, rejeitar com todas as minhas forças que essa imensa maioria de homens, mulheres e crianças, que, nesta vida, só conheceram a miséria, a humilhação e os sofrimentos, fique enterrada para sempre no esquecimento. Confiando em Jesus, creio numa vida onde já não haverá pobreza, nem dor, ninguém estará triste, ninguém terá que chorar. Finalmente poderei ver os que vêm nas “pateras” chegar à verdadeira pátria.
Acreditar no Céu é, para mim, aproximar-me com esperança de tantas pessoas sem saúde, enfermos crónicos, deficientes físicos e psíquicos, pessoas mergulhadas na depressão e na angústia, cansadas de viver e de lutar. Seguindo Jesus, acredito que um dia conhecerão o que é viver com paz e saúde total. Hão-de escutar as palavras do Pai: «Entra para sempre na alegria do teu Senhor». Não me resigno a que Deus seja para sempre um “Deus oculto”, um “Deus escondido”, do qual jamais possamos conhecer o seu olhar, a sua ternura e os seus abraços. Não me posso resignar à ideia de que jamais me poderei encontrar com Jesus. Não me resigno a que tantos esforços por um mundo mais humano e feliz se percam no vazio. Quero que um dia os últimos sejam os primeiros e que as prostitutas nos precedam. Quero conhecer os verdadeiros santos de todas as religiões e de todos os ateísmos, os que viveram amando no anonimato e sem nada esperar.
Um dia havemos de escutar estas incríveis palavras que o Apocalipse põe na boca de Deus: «Ao que tiver sede, Eu lhe darei a beber gratuitamente, da nascente da água da vida» (Ap 21,6). Gratuitamente! Sem o merecer. Assim Deus há-de saciar a sede de vida que há em nós.

Xana

NITA disse...

Hoje é mesmo um dia de grande FESTA ! o CEU e a TERRA louvam a DEUS pelas maravilhas operadas nas vidas de seus filhos!... a Santidade é possível !
obrigada por este blog que tem tanta coisa que nos "eleva" e realiza! os santos são os meus amigos especiais! e ainda encontramos tantos pelos nossos caminhos...

Mª Teresa disse...

Família Retalhos 2,
Sempre com lentidão, mas MUITO feliz por o reconhecer... Atrevo-me a pronunciar: neste dia deve realizar-se ENORME festa Lá no Céu!
Tanta Alma a conviver... sem problemas de língua, idade, cor... e tanto mais!
Só remato a composição dessa grata FELICIDADE tão bem composta pelos 7 comentaristas anteriores... Mas acredito FA sempre vai atribuir mais um espacinho a todos os comentaristas, já fora desta data (na Terra...) que gentilmente ousem contribuir com seu desvelo feito comentário... Assim podiamos repetir o número mágico SETE! Valeu? Bem hajam a todos...

maresia disse...

Deus seja louvado e bendito, por todos os Anjos e Santos. Por tão grande graça recebida, mantém Senhor, firme a minha Fé, que eu não vacile ante as dificuldades; que eu veja em cada problema que encontro, a Tua Mão a apoiar-me e assim se cumpram os Teus sábios planos sobre a vida de cada um de nós.
Abençoa Senhor os AMIGOS, verdadeiros oásis, nos momentos de aridez, do meu peregrinar.
Seja por Caridade

LT disse...

lembre-se do meu primo Luís, da minha tia Tité e do meu tio Elias...
A forma como o vi a si afastar-se da minha família e de mim foi sem dúvida dolorosa e fora do comum.
Do 8 ao 80, é mau saber que alguém com quem durante anos pude contar ( mesmo quando eram birras parvas de aluno da primária) se afastou. Afastou-se tanto que nem posso dizer mais conheço como conhecia. Aliás, duvido mesmo que se se nos cruzássemos na rua o Frei me iria reconhecer.
De si guardo apenas um valioso conhecimento que ainda hoje aplico: o Amigo, com o A bem maiúsculo... Isso e memórias velhas que não arrumadas nem renovadas.

Onde está o nosso A maiúsculo?

Abraço

Albertino disse...

Querido Amigo, Grande Amigo Luís...
Publico o teu desabafo porque antes de mais, saber que passaste por aqui é para mim muito importante.
Claro que me lembro do meu Amigo e teu padrinho Luís... tantas vezes lhe mando uma "apitadinha" para o Céu... tenho rezado por ele, pela Tia madalena e pelo Tio Elías, tenho-o feito até em Celebrações onde estão as primas M.ª João e Margarida, na Basílica da Estrela.
QUERO RENOVAR CONTIGO O AMIGO COM A MAIÚSCULO... Jamais deixaria de te ter como Amigo e não tenhas a menor dúvida que te reconheceria a quilómetros de distância. Ainda há uns tempos liguei ao pai a perguntar por vós, por ti...
Luís, liga-me, por favor! Tentei ligar-te agora mas tens telemóvel desligado.
Por favor liga porque a minha Amizade por ti, pelo teu pai e mãe e pela Madalena não mudou...
A vida muda e com ela nós também, exteriormente, mas não interiormente.
Aguardo o teu contato meu Amigo.
Aquele abraço sempre enorme e que, sente lá bem dentro do coração, é sincero para contigo deste teu Amigo Frei.

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você