Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

Senhor! Fazei-me instrumento da vossa paz!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

29 janeiro 2010

Papa recorda S. Francisco e o Islão


Num tempo tão conturbado como é o nosso, em que os valores humanos e religiosos parecem desvanecer-se a cada passo, em que as Religiões se degladiam em nome de Deus, muito nos alegra ver o Santo Padre recordar S. Francisco como homem do repeito e diálogo entre Religiões.

Texto da alocução do papa Bento XVI
na Audiência Geral do passado dia 27 de Janeiro.

Queridos irmãos e irmãs,
São Francisco de Assis, nascido no final do século XII,
foi um autêntico “gigante da santidade”,
que continua a fascinar inúmeras pessoas
de todas as idades e credos religiosos.
Depois de viver uma juventude leviana,
Francisco passou por um lento processo
de conversão espiritual
que culminou na sua decisão de viver na pobreza
e de dedicar-se à pregação,
sempre em comunhão com a autoridade eclesiástica.
O seu ardor missionário o levou até às terras
sob o domínio do Islão onde conseguiu,
armado somente da sua fé e mansidão,
estabelecer um diálogo frutuoso com os muçulmanos,
o qual ainda hoje é modelo para nós.
Com efeito, Francisco não procurou outra coisa
senão ser como Jesus:
contemplando-O no Evangelho,
amando-O intensamente na Eucaristia
e imitando as Suas virtudes,
até ao ponto de receber o dom sobrenatural dos estigmas, demonstrando assim, visivelmente,
a sua conformação total a Cristo humilde, pobre e sofredor.
* * *
Amados peregrinos de língua portuguesa,
o testemunho da vida de São Francisco de Assis
ensina que o segredo da verdadeira felicidade
é tornar-se santo.
Que a Virgem Maria vos conceda este dom
a vós e aos vossos familiares
que de coração abençoo.
Ide em paz!

(Papa Bento XVI)

9 comentários:

maresia disse...

Amiga Mariana rezamos pela melhora do seu pé para que possa estar ao serviço do Mestre."Como são belos os pés do mensageiro que anunciam a Paz..." diz o canto e com verdade.
Deus abençoe Bento XVI, por nos apontar em S. Francisco um Farol que devemos seguir se queremos ser felizes.
"...o testemunho da vida de São Francisco de Assis
ensina que o segredo da verdadeira felicidade
é tornar-se santo."
Francisco vive ainda hoje, no coração daqueles que procuram seguir os seus passos.
A felicidade é também a Paz de coração, apesar das tempestades que neste inverno têm caído sobre nós e tanto mal têm causado. Obrigada Amigo Frei obrigada por me ter ensinado a preservar essa Paz.

Albertino disse...

Amigos, paz e bem!

Este espaço é para todos aqueles que desejam a paz e o bem ao jeito de Francisco de Assis.
Este texto é apenas para dar graças a Deus pelo facto de oito séculos passados a Igreja continuar a reconhecer a Francisco e à sua forma simples e pacífica de viver um avlor e modelo para os nossos dias.

O diálogo inter-religioso continua a ser, para a Igreja e para os Franciscanos meta a atingir em cada dia.
Pelo facto de vermos outros Credos actuarem - em nome de Deus - de forma que em nada dignifica os Crentes, não devemos deitar mais achas para um conflito ainda maior.
Por este facto, não publicarei qualquer comentário ou texto que possa de alguma forma ferir quem quer que seja.
Conheço bem, pelos estudos e pela vida, como é o Islamismo e como são as suas práticas religiosas mas não me cabe em espaço como este fazer aumentar guerras e conflitos. Se o fizesse estaria a ir contra o Carisma deixado pelo próprio Francisco de Assis. Foi graças ao seu diálogo amigável com o Sultão, que foi permitido aos Cristãos voltarem a ter espaços de culto na Terra Santa, coisa que não foi conseguido com o poder das espadas.
Para S. Francisco era mais importante o diálogo com os Muçulmanos, porque filhos de Deus como ele, do que a defesa da pedra onde a tradição diz ter estado o corpo morto de Jesus.
É neste sentido que me atrevo a deixar aqui a justificação do motivo pelo qual não publiquei algumas partilhas já chegadas e não publicarei nenhuma que vá contra qualquer pessoa ou que possa ferir o longo caminho já percorrido no diálogo inter-religioso.
Muito há para fazer, sem dúvida, mas não o conseguiremos fazer se não for pela paz e pelo diálogo sereno.
Os outros matam? roubam? Ferem? tratam indignamente os seus irmãos? É um facto, infelizmente, e em nome de Deus, contudo eu não tenho que me medir nem pautar por esses sentimentos.

Como diz S. paulo "tende em vossos corações os sentimentos que havia em Cristo Jesus".

Miguel disse...

Obrigado, Albertino, por deixar esta palavra tão clara! Estou plenamente de acordo contigo.
A nossa arma não deve ser jamais a que leve à morte, seja do corpo ou da alma ou do bom nome ou de qualquer outra coisa que seja. A nossa melhor arma será sempre um coração pacificado que tenha uma única pretensão: levar a PAZ aos outros sem, no entanto, impor nada das suas ideias e/ou convicções.
Que o Senhor da Paz nos inspire a seguirmos as Suas pegadas. E que Francisco nos seja farol a orientar os nossos passos de cada dia.

mariana disse...

OBRIGADA FREI!
Franisco na sua "pobreza, amor ao evangelho e aos mais pobresa" só poderá continuar a ser lembrado sempre...!
Gosto muito desta oração de João Paulo II e acho que vem muito a propósito.

Ó São Francisco, estigmatizado do Monte Alverne, o mundo tem saudades de ti, qual imagem de Jesus crucificado.
Tem necessidade do teu coração aberto para Deus e para o homem, dos teus pés descalços e feridos, das tuas mãos trespassadas e implorantes.

Tem saudades da tua voz fraca, mas forte pelo poder do Evangelho.
Ajuda, Francisco, os homens de hoje a reconhecerem o mal do pecado
e a procurarem a sua purificação na penitência.
Ajuda-os a libertarem-se das próprias estruturas do pecado, que oprimem a sociedade de hoje.
Reaviva na consciência dos governantes a urgência da Paz nas Nações e entre os Povos.
Infunde nos jovens o teu vigor de vida, capaz de contrastar as insídias das múltiplas culturas da morte.
Aos ofendidos por toda espécie de maldade, comunica, Francisco, a tua alegria de saber perdoar.
A todos os crucificados pelo sofrimento, pela fome e pela guerra, reabre as portas da esperança.
Amém!

Sirlene disse...

Frei Albertino ,Família Retalhos
Este comentário me fez cantar: "...É Francisco a gritar para nós:Paz e Bem...Paz e Bem...Paz e Bem!"
O que nos encanta nos santos , não é algo concreto, descritível,palpável ou mesmo visível ou audível.A aquiescência do Sultão diante do diálogo com Francisco, um santo,se deu porque isso que o santo exala, transcende,revela, irradia está muito acima do próprio Francisco e o Sultão "captou".A prova dessa imanação, dessa exalação própria dos santos, está na perpetuação desse encantamento que há 800 anos vem tocando aqueles que entendem, captam e vivem a "santidade franciscana",instrumento de que Deus se serve para brindar a humanidade!
Assim é que eu entendo São Francisco.

Lena disse...

OBRIGADO AMIGO ALBERTINO!
Francisco vive hoje, e, viverá sempre na Igreja, na vida e no coração de todos os que seguiram os seus passos…
Os jornais, as rádios, os canais da televisão falam sempre muito e dão sempre relevo à atribuição dos prémios Nobel da Paz. É digno, justo e salutar que as pessoas que mais lutem pela Paz, recebam o Prémio Nobel. Estar do lado dos pobres, dos oprimidos, dos que sofrem injustiça, fome guerra, violência é sempre um acto para louvar.
Mas já reparaste que todos nós, porque discípulos do Príncipe da Paz que nasceu no presépio, somos vocacionados a ser «prémios Nobel da Paz»? Sem medalhas, sem condecorações, sem cerimónias solenes, somos todos vocacionados a construir a Paz, a ser Paz, a semear a Paz, a gerar a Paz. Dentro e fora da Igreja, dentro e fora dos movimentos eclesiais, no trabalho, na escola, na família, na comunidade, precisamos de ser «construtores de Paz». Já reparaste que o cântico jubiloso dos Anjos, na noite de Natal, é para falar da Paz e desejar a Paz? È a noite santa do Príncipe da Paz, do Deus que é a Paz. É a manifestação sensível, palpável do Amor pacífico, do Amor que é Paz e Comunhão, que une e gera harmonia e unidade. Sem ELE nunca encontraríamos a Paz, nunca aprenderíamos a viver em Paz, nunca saberíamos construir a verdadeira Paz. Mas com ELE, o Príncipe da Paz, conseguiremos cantar a sinfonia da Paz verdadeira e autêntica…dialogando sempre…Temos Francisco como Farol que nos ensina a dialogar com toda a criação... a louvar….agradecer… sigamos o seu exemplo…
Que a todos o Senhor nos ajude a sermos homens e mulheres de Paz…

Anónimo disse...

Bonita mensagem, obrigada Frei.

Bem aventurado o homem que suporta o seu próximo com suas fraquezas, tanto quanto quisera ser suportado por ele se estivesse na mesma situação."
São Francisco de Assis

Cecília

Mª Teresa CC disse...

Irmã Cecília,
Grata, muito grata estou à repetição da frase de São Francisco de Assis! Sublime, como ele nos coloca ao seu nível: caberá a cada um de nós simplesmente transferirmos esta VONTADE para a sua CONCRETIZAÇÃO.
Por demais sensatas TODAS as observações de Papa Bento XVI onde decide distinguir São Francisco pela sua coragem e todo o diálogo "frutuoso" entre religiões (católica e islamita).
Oito séculos volvidos pouco se tem lutado pelo tão salutar intercâmbio de ideias... Tudo de proveitoso se pode alcançar... parece ser o propósito de Bento XVI reforçar ideais de São Francisco de Assis... Assim seja!
Bem hajam,

Mª Teresa disse...

Família Retalhos 2,
O "Gigante da Santidade" como Papa Bento XVI identifica São Francisco, só nos procura ESTIMULAR a dar "pequenos passinhos"...
Sim, imaginem que estamos compondo um PUZZLE...
Se cada um de nós cuidasse preenche-lo só ao seu redor...
Se assim procurassemos proceder, forjo que aliviaríamos a Missão e Obras de nossos Santos!
Agorinha mesmo, São João Paulo II piscou seu olho, eternamente com seu rosto prazenteiro... Está desembaraçando um enorme "novelo" de bençãos confiadas por Deus, esta noite...
FA - já "terminei" composição deste CONTO!

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você