Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

PORTUGAL: BEM VINDO SANTO PADRE!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

22 abril 2010

MÃE TERRA: Biodiversidade ferida

“Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã, a mãe terra, que nos sustenta e governa, e produz variados frutos, com flores coloridas, e verduras” (CC 9).

Assim escreve S. Francisco a dada altura no seu belo Cântico das Criaturas (também chamado do Irmão Sol), ao referir-se à Terra, este planeta onde habitamos e que é Criação da mão de Deus, assim o creio firmemente. Não importa por que processo ou em que tempo, não me atrevo a fazer reflexões sobre teorias evolucionistas ou criacionistas, simplesmente creio que “No princípio criou Deus o Céu e a terra” como nos relatam os autores do Livro do Génesis, de forma tão bonita e simbólica.
Relata-nos o Livro do Génesis (1, 1-2)
No princípio, quando Deus criou os céus e a terra, a terra era informe e vazia, as trevas cobriam o abismo e o espírito de Deus movia-se sobre a superfície das águas.”
DEUS CRIOU… e Este Deus Criador é o Pai e Senhor da Vida que chama a tudo pelo seu nome e ordena “FAÇA-SE”, é o Filho que tudo cria com o Pai como nos diz S. João no prólogo do seu Evangelho
“No princípio Ele estava em Deus. Por Ele é que tudo começou a existir; e sem Ele nada veio à existência. Nele é que estava a Vida de tudo o que veio a existir.” (Jo 1, 1+), e é o Espírito Santo (de Deus) que “pairava sobre as águas”, no acto da Criação, como nos narra o mesmo Livro do Génesis.
Mas voltemos a S. Francisco: “Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã, a mãe terra, que nos sustenta e governa, e produz variados frutos, com flores coloridas, e verduras” (CC 9).
Para Francisco de Assis a terra não era apenas um lugar onde nascemos, onde a Vida nos gerou para a vida, onde o nosso ser frágil e mortal terá simplesmente que habitar e deambular já que não pediu para aqui nascer. Para Francisco a TERRA é IRMÃ porque criatura do mesmo Pai Criador e Deus, é MÃE porque nos amamenta e alimenta com seu frutos e água, porque nos acalenta com o carinho maternal com flores coloridas e verduras repousantes. Ele é, por isso, quem nos GOVERNA… Creio que neste DIA DA TERRA estes aspectos de uma tão simples mas tão sábia expressão de S. Francisco deve ser para todos motivo de grande reflexão. Olhar a terra como parte de nós, a vida recebida de Deus e que para Deus nos conduz: a VIDA…
Muitos textos dos biógrafos de Francisco poderíamos aqui referir, quão belos são no que toca ao seu amor e respeito por todos os seres criados, desde os animados aos inanimados. Respeito ao ponto de pisar com delicadeza as pedras do caminho, deixar crescer ervas e plantas silvestres na cerca dos conventos, alimentar os animais, sobretudo em duas de festa, não permitir que se cortasse totalmente os ramos da irmã árvore, não deixar que nas capelas se extinguisse a chama da lamparina, amar os animais mais mansos como o cordeiro e a pomba, falar com os mais bravos ou companheiros como o irmã lobo e o irmão falcão… tantas coisas ele nos deixou como testemunho de preocupação, amor e respeito pela Terra. Por isso João Paulo II o proclama Patrono da Ecologia e dos Movimentos Ecológicos.
Em Outubro passado, mês de S. Francisco, é proclamado o Ano Internacional da Diversidade Biológica 2010, declarado pela Assembleia-geral da ONU, sob o tema: “A biodiversidade é a vida. A biodiversidade é a nossa vida”

Desta forma 2010 pretende “celebrar a diversidade da vida na Terra e contrariar a perda da biodiversidade no mundo”. Na verdade, o ritmo de extinções é “alarmante”, ou seja, mil vezes o ritmo que seria natural, estima a ONU. “Esta perda é causada pelas actividades humanas e estima-se que seja agravada pelas alterações climáticas”.
Celebrar a VIDA e a sua biodiversidade parece não passar de palavras, actos poucos se vêem e, a acreditar na comunicação social, afinal passados estes meses não parece que o mundo tenha feito parar a devastação e destruição desta riqueza vital que é a terra e a sua biodiversidade.
Os tempos últimos têm sido de muita dor para muitos países, povos, culturas envolvidos de um momento ao outro em catástrofes: Haiti, Brasil, Peru, Portugal (Madeira), Islândia… Terramotos, sismos, maremotos, tsunamis, vulcões, tempestades, incêndios… para não falar do maior terramoto que existe à face da terra: A MÃO HUMANA que devia ser mais para ajudar a preservar o bem que temos e teima em matar, destruir, a custo de vidas e da destruição do ecossistema, com o objectivo do progresso. Que progresso é este que não respeita a Mãe Natureza, que não respeita os seres que a compõem, as espécies ameaçadas e em extinção, o próprio Homem que tantas vezes defende os direitos da terra com a própria vida.
Claro que muito se tem feito e cada vez mais se tem sensibilizado para uma maior preservação da natureza e da Vida, nunca como hoje se falou tanto em reciclagem, as escolas repetem a cada momento a mensagem, fazem trabalhos que sensibilizam as crianças - lembro os trabalhos dos AMIGOS DE PALMO E MEIO e o que já vos mostrei em vídeo dos alunos do nosso EXTERNATO - contudo, os grandes da terra – grandes só por terem mais poderes mas que na maior parte em nada se notam para o bem comum desta Casa Comum que habitamos – assinam tratados e acórdãos que acabam por ficar apenas no papel. Pelo que dizem os entendidos, este Ano Internacional da Diversidade Biológica 2010, está muito aquém do que se poderia esperar. Não vemos a terra ser mais preservada, mais protegida nem a VIDA mais respeitada.
Onde irá parar esta exploração desenfreada dos valores da Vida, da Biodiversidade, do que somos na verdade todos nós enquanto seres habitantes desta Casa Comum, a “mãe terra”?
Olho para Francisco e imploro-lhe que toque o coração de quem tem poder sobre as decisões de protecção da Vida na terra, da própria terra, da Pessoa Humana, a fim de que mais do que colóquios, conferências, tratados em papel se assumam grandes responsabilidades pelos ferimentos que provocamos a cada momento ao planeta azul.
Não queria deixar passar este dia sem escrever o que me sai da alma neste momento.
Inspirado nesta foto que encontrei na net, fui escrevendo, sentindo nestas mãos e corpos, grávidos da mãe terra, as mãos do Criador, as mãos de Francisco, as minhas e a tuas mãos que acolhem, protegem e cuidam da terra como uma mãe acolhe, protege e cuida o seu filho no ventre, gerado com amor.
“Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã, a mãe terra…”

6 comentários:

Mª Teresa disse...

Família Retalhos (2),
Consciente e (algo) tranquila estou: planeta Terra VAI ser cuidado pelos AMIGOS de PALMO e MEIO! No Externato (com certeza) e MUITOS MUITOS MAIS! Dúzias e dúzias destes talvez não conheçam a bela filosofia de vida de Francisco, mas SEUS comportamentos em tudo respeitam o Santo!!!!
Cuido que a cada um de nos cabe a grata missão de alargar conhecimentos (dos "pirralhos"). Suspeito que a vida deste Santo vou estimar oferecer a vários, no aniversário de cad um deles...
Penso que assim "alimento" o TESTEMUNHO BEM POSITIVO (de São Francisco)... Penso que NÃO estou errada... Deixem-me ACREDITAR.

Anónimo disse...

"Sofremos demasiado pelo pouco que nos falta e alegramo-nos pouco pelo muito que temos..."


William Shakespeare


"Queixamo-nos da falta de água quando a chuva não chove e, quando chove, achamos sempre que é em demasia, convencidos de que sabemos melhor do que a Mãe-Natureza em que quantidades deve vir e ficar o Inverno. Melhor seria preocuparmo-nos em pensar soluções para melhorar o tempo dos homens em vez de dedicarmos os nossos dias debaixo de chuva a discursos inúteis sobre a metereologia, cheios de queixas infantis e caprichosas contra aquilo que realmente não podemos mudar nem alterar de acordo com vontades, jeitos e conveniências... e ainda bem".
(.....)

Obrigada Frei por mais este pensamento tão pertinente e oportuno.

Mª Teresa disse...

Família Retalhos (2),
Não somos poucos não! Cuido até: somos BASTANTES tratando a TERRA como MÃE, como IRMÃ... todos os dias!!!!!!!
Por São Francisco, o pior que pode suceder é cruzarmos os braços... sempre consigo compor essa estratégia: Terra pode ser "protegida" por mim... e por TANTA Irmã/Irmão meu... e ... e

Mãe Lena disse...

Quando vejo estes senhores que têm as decisões nas mãos a não agirem rapidamente a favor da terra, pergunto-me sempre se não têm filhos nem netos, se não pensam nem sentem um aperto no coração por saberem que podem agir, mas nada fazem.

Não compreendo...

Senhor, iluminai estas pessoas para que coloquem as mãos a protegerem a nossa irmã terra.

Senhor, iluminai cada um de nós para que possamos cuidar diariamente da nossa mãe terra.

maresia disse...

Lindo, Lindo Lindo, ALELUIA!
Eis-me aqui depois de uma semana cheia de trabalho; hoje na hora do almoço, os Amigos de Palmo e Meio viram este texto riquíssimo...mas a sopa já estava no prato à nossa espera e por isso não deixamos comentário.
Na verdade, toda a minha esperança está depositada no entusiasmo com que os mais pequeninos "agarram" nos Projectos sobre o Meio Ambiente; e com que Alegria o fazem. O nosso Projecto "Manta de Retalhos" através do qual abrimos "guerra" aos sacos plásticos, fazendo sacos de tecido, para que possam ser utilizados múltiplas vezes. Evitamos assim a poluição, uma vez que os sacos plásticos demoram centenas de anos a serem destruídos pela terra.
Agradeço a Deus Pai e Criador e a S. Francisco, zeloso protector da Mãe Natureza. Muito teria para escrever, mas por agora fico por aqui, lembrando uma frase que li há muitos anos cuja autoria penso ser dos "Amish people":
" Não herdaste a Terra dos vossos pais, tomaste-la emprestada aos vossos filhos."
A si Amigo, um grande Bem Haja por todo o crédito que dá à luta dos Amigos de Palmo e Meio pela preservação da Mãe Natureza, tendo nós consciência de que não podemos ficar à espera que os grandes deste mundo façam alguma coisa.

Mª Teresa disse...

Família Retalhos 2,
... Decorreu bastante TEMPO (...vários meses (4), bastantes dias...)mas sempre merece o(grande) eogio: ESPANTOSA a fotografia aqui colocada! Para o criador da fotografia e para o criador (também) deste blog) BEM HAJAM! Continuem por favor!

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você