Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

Senhor! Fazei-me instrumento da vossa paz!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

02 agosto 2012

Perdão de Assis

Certa noite do mês de Julho de 1216, como acontecia em tantas outras noites, na silenciosa solidão da pequena Igreja da Porciúncula, São Francisco ajoelhado, estava profundamente mergulhado nas suas orações, quando de súbito, uma luz vivíssima e fulgurante encheu todo o recinto e no meio dela, apareceu Jesus ao lado da Virgem Maria sorridente, sentados num trono e circundados por diversos Anjos.
Jesus perguntou-lhe:“Qual o melhor auxílio que desejarias receber, para conseguir a salvação eterna da Humanidade?”
Sem hesitar Francisco respondeu: “Senhor Jesus, peço-Vos que, a todos os arrependidos e confessados, que visitarem esta Igreja, lhes concedais um amplo e generoso perdão, uma completa remissão de todas as suas culpas.”
“O que pedes Francisco, é um benefício muito grande,”disse-lhe o Senhor, “muito embora sejas digno e merecedor de muitas coisas. Assim, acolho o teu pedido, com uma condição, deverás solicitar essa indulgência ao meu Vigário na Terra.”
No dia seguinte, bem cedinho, Francisco acompanhado de Frei Masseu, seguiu para Perúgia, a fim de se encontrar com o Papa Honório III. Chegando disse-lhe:“Santo Padre, há algum tempo, com o auxílio de Deus, restaurei uma Igreja em honra a Santa Maria dos Anjos. Venho pedir a Vossa Santidade que concedais, nesta Igreja uma indulgência a quantos a visitarem, sem a obrigação de oferecerem qualquer coisa em pagamento (naquela época, toda indulgência concedida a uma pessoa, estava ligada à obrigação dessa pessoa fazer uma oferta), a partir do dia da dedicação da mesma.”

O Papa ficou surpreendido e comoveu-se com o tal pedido. Depois perguntou: “Por quantos anos pedes esta indulgência?”

“Santo Padre, não peço anos, mas penso em muitos homens e mulheres que precisam sentir o perdão de Deus”, respondeu Francisco.

“Que pretendes, em concreto, dizer com isto?” retorquiu o Papa.

“Se aprouver a Vossa Santidade, gostava que todas as pessoas que venham a visitar a Porciúncula, contritos de seus pecados, em “estado de graça”, confessado e tendo recebido a absolvição sacramental, obtenham a remissão de todos os seus pecados, na pena e na culpa, no Céu e na Terra, desde o dia de seu baptismo até ao dia em que entre na Porciúncula.”

“Mas não é um costume a Cúria Romana conceder tal indulgência!"
“Senhor, disse o “Poverello”, este pedido não o faço por mim, mas por ordem de Cristo, da parte de quem estou aqui.”

Ouvindo isto o Papa cheio de amor repetiu três vezes:“Em nome de Deus, Francisco, concedo-te a indulgência que em nome de Cristo me pedes.”

Tendo alguns Cardeais, ali presentes, manifestado algum desacordo, o Papa reafirmou: “Já concedi a indulgência. Todo aquele que entrar na Igreja de Santa Maria dos Anjos da Porciúncula, sinceramente arrependido das suas faltas e confessado, seja absolvido de toda pena e de toda culpa. Esta indulgência valerá somente durante um dia, em cada ano, “in perpetuo”, desde as primeiras vésperas, incluída a noite, até às vésperas do dia seguinte.”

A “consagração” da Igrejinha aconteceu no dia 2 de Agosto do mesmo ano de 1216.

A Indulgência da Porciúncula somente era concedida a quem visitasse a Igreja de Santa Maria dos Anjos, entre a tarde do dia 1 Agosto e o pôr-do-sol do dia 2 Agosto. Em 9 de Julho de 1910, o Papa Pio X concedeu autorização aos Bispos de todo o mundo, só naquele ano de 1910, para que designassem qualquer Igreja Pública das suas Dioceses, a fim de que também nelas, as pessoas recebessem a Indulgência da Porciúncula. (Acta Apostolicae Sedis, II, 1910, 443 sq.; Acta Ord. Frat. Min., XXIX, 1910, 226). Este privilégio foi renovado por um tempo indefinido por decreto da Sagrada Congregação de Indulgências, em 26 março de 1911 (Acta Apostolicae Sedis, III, 1911, 233-4). Significa que, atualmente, qualquer Igreja Católica de qualquer país, tem o benefício da Indulgência que São Francisco conseguiu de Jesus para toda humanidade. Assim ganharão a Indulgência, todas as pessoas que estando em "estado de graça", visitarem uma Igreja nos dias mencionados, rezarem um Credo, um Pai-Nosso e um Glória, suplicando ao Criador o benefício da indulgência, e rezando também, um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória, pelas intenções do Santo Padre. Poderão utilizar a Indulgência em seu próprio benefício, ou em favor de pessoas falecidas ou daquelas que necessitam de serem ajudadas na conversão do coração.

Por outro lado, a Indulgência é "toties quoties", quer dizer, pode ser recebida tantas vezes quantas a pessoa desejar, isto é, em cada ano, fazendo visitas a diversas Igrejas das 12 horas do dia 1 de Agosto até o entardecer do dia 2 de Agosto.
Com o passar dos séculos a forma de lucrar esta indulgência sofreu muitas mudanças, alargando a todos os dias para a Igreja da Porciúncula. Esta disposição foi fixada pelo Papa Paulo VI na carta apostólica “Sacrosancta Portiunculae ecclesia” de 14 de Julho 1966. Portanto a Indulgência Plenária na Porciúncula se pode obter todos os dias com as condições já referidas.

Se desejar meditar na Homilia, do Ministro Geral O.F.M., para este dia, encontra-a no sítio da O.F.M.http://www.ofm.org/

(Adaptação de vários textos retirados da net)

13 comentários:

Sirlene (Brasil) disse...

Frei Albertino,
Que linda esta mensagem para amanhã e dia 2 de agosto!Uma relembrada, muito oportuna!Repassei-a aos meus contatos.
Continue se beneficiando das merecidas férias e que volte cheio de amor pra dar!
Sirlene

mariana disse...

Frei, também para si que este tempo seja para recuperar forças para o corpo e para o espírito, que bem precisa.
Já conheciamos este texto. Que ele seja o acolhimento dessa luz que envolveu a capela da Porciúncula onde Jesus apareceu ao lado da Virgem Maria, e sejam eles a sua força, o seu amparo, e a Graça da Mãe que o acolhe no seu regaço de ternura e protecção, tal qual uma mãe acolhe o seu filho.
As melhoras dos seus pais, pois sei que a mãe Maria não está melhor.
Abraço

Anónimo disse...

Frei Albertino! Obrigada pela mensagem tão bonita de São Francisco…Pedir perdão para toda a Humanidade…


Agora!!! Férias com Deus…

As férias para os adultos são um tempo de regeneração das suas forças, que serão de pois de novo dispendidas a trabalhar, contudo, para as crianças as férias são o tempo sem escola, sem livros, sem a obrigação de acordar cedo, etc.
As pessoas procuram em pormenor as atracões turísticas na zona onde se encontram, algumas vezes a vários quilómetros de distância, mas a Igreja que se encontra fisicamente próxima parece estar muito distante…
No entanto as férias devem ser para nós Cristãos um tempo para aprofundar a Fé em Deus, e um tempo de estreitar laços com o Criador. Este tempo pode ser um momento ideal para desfrutar e agradecer a Deus toda a criação Divina, podemos apreciar as montanhas em que nos sentimos mais próximos de Deus e o azul das águas onde podemos contemplar a Vida, etc.
O verdadeiro Cristão não tira férias sem Deus, sem oração…coloquemos a nós mesmas (os) a questão: como vou viver as minhas férias? O que vou fazer? Várias ideias ocorrem naturalmente…
O Deus da Vida é Aquele que Criou e Salvou o mundo, mas também descansou!
Na Sagrada Escritura não aparece a palavra Férias, mas em contrapartida menciona algumas vezes a palavra descansar, pois já no Géneses, na descrição da Criação do Mundo, lemos:
“Deus concluiu a obra da criação e no sétimo dia descansou. Deus abençoou o sétimo dia e santificou, pois nele descansou depois de toda a Sua Obra da Criação. (Géneses 2,2-3).
De facto o descanso não é um luxo, ou preguiça. Consideremos este tempo como preparação para a Ressurreição. Não esperemos mais pelo descanso da vida eterna. Iniciemos o descanso já neste mundo.

Anónimo disse...

Desejo a todos boas férias os amogos deste cantinho "retalhos", Boas Férias, especialmente a si Amigo Albertino

Mª Teresa disse...

Família Retalhos (2),
Paz e Bem!
Serve este texto bem simples para ACEITAR... ACEITAR a linda e ENORME consagração do pedido de S. Francisco. Primeiro, forjado directamente a Cristo, depois, sempre DEPOIS, repetido junto do Papa Honório III!
Tão MAIS linda quando se REAPRENDE o valor e respeito pela ordenação de hierarquias...
Cuido que Vida segue SEMPRE mais "formosa" se... se observar essa ordenação (a tanto nível...). Assim o creio!

Mãe Lena disse...

“Perdoar ou Pedir Perdão?
Quem pede perdão mostra que ainda CRÊ no AMOR.
Quem perdoa mostra que EXISTE AMOR para quem Crê.
PERDOAR é o modo mais sublime de CRESCER.
PEDIR PERDÃO é o modo mais sublime de se LEVANTAR.”

Qual o alcance dos nossos erros? Somos Humanos e erramos. E perdoar?

Ao longo das nossas vidas, já nos deparámos com situações nas quais as pessoas erram e acabam por nos magoar. Por vezes, nem se apercebem do quanto nos magoaram, sejam os actos intencionais ou não. E o que vem depois desta mágoa? A revolta, o amor transformado, porque achamos intolerável ou inadmissível o que alguém nos fez.

Faz parte, mas será que conseguimos tirar algo de bom, de tudo o que se passou, para nos fortalecer e seguir em frente?

PERDOAR é o que temos que fazer, olhar nos olhos de quem nos magoou e dizer: "Fizeste-me sofrer, mas eu perdoo-te, pois sei que fizeste o que achavas melhor, mesmo que eu não concorde e não entenda as tuas decisões".

Neste tempo de férias, vamos abrir os nossos corações e escutar a voz do Senhor. Jesus é AMOR, ama-nos e perdoa-nos. O Senhor está no nosso caminho para nos dar a PAZ. Preparemos os nossos corações para alimentarmos a nossa Vida de Amor, Paz e Bem.

“Abraça Aquele que é a VERDADE, bebe na fonte Daquele que é a VIDA, segue Aquele que é o CAMINHO.” - Fr. José Rodriguez Carballo, ofm – Ministro Geral O.F.M.

Desejo um reencontro pleno à nossa Família Retalhos, um reencontro pleno a ti, Frei Albertino. Obrigada por mais este momento de reflexão, mais um momento para o Encontro com Deus. Obrigada.

maresia disse...

Lindo texto, com um tema tão profundo.
Bonitas também as palavras de "Mãe Lena" quando diz que:
"PERDOAR é o modo mais sublime de CRESCER.
PEDIR PERDÃO é o modo mais sublime de se LEVANTAR.”
Eu só acrescentaria, na minha modesta opinião, que PERDOAR é Fonte de Paz; assim o sinto.
Boas férias para toda a Família Retalhos, levando Deus connosco.
Boas férias Amigo Frei.

Mª Teresa disse...

Boa tarde Família Retalhos 2,
Matutei e mais "matutei" forjando apertos de mão virtuais a alguns (pouquitos) Irmãos ... Foi TÃO lindo o convite feito a todos NÓS, que nos encontravamos na Assembleia da Igreja Imaculada Conceição... sabem? APELA-ME ideia de não forjar data para este convite, BEM FRANCISCANO (todos os Irmãos devem PROCURAR ver nos outros Irmãos TUDO o que os une...)assim..próximo(s) Domingos vamos renovar este apelo no nosso íntimo? Eu prometo assim o desejar...

asereT ªM disse...

Família Retalhos 2,
Paz e Bem!
Escutei justo a noite passada (não vislumbro necessidade de Irmãos/ãs conhecerem mais pormenores...)palavras que já não acreditava existirem à minha beira. Sei não! Delicioso poder ler este perdão de Assis! Cristo bem que O vai atribuir... E vou ter uma noite MAIS tranquila...eu SINTO! AMEN!

aseret ªM disse...

Paz e Bem! Família Retalhos,
Grata! Nem imaginam a felicidade que venho aqui distribuir! Tão só por acreditar merecer essa benção: RECEBI-A! E vida retoma a normalidade.
Assumo minha identidade "camuflada",
Mª Teresa

Mª Teresa disse...

Paz e Bem FA, Paz e Bem Família Retalhos,
O acto de PERDOAR encanta TODO o Franciscano que se preze!
...Mas, para meu deleite supremo, aceito plenamente este acto piedoso (quando sincero) tanta a vez atribuido por meus amigo/as! No fundo,sempre alcanço esta felicidade junto de quem quero bem!
E,não raro, são criaturas de Deus, sem o imaginar(em)...

Mª Teresa disse...

Família Retalhos 2,
Paz e Bem!
Todos os anos "completo" habitual época estival, "visitando", a bela Porciúncula em Assis...
Nem merece cansaço de preparação de malas... tudo cogito em meu espírito...
Ano após ano cada vez mais se adensa este conhecimento (imaginário)...
Certamente continuo compondo a Felicidade MAIOR: um ano, pois sim, ir tocar aquele chão Bendito!

Mª Teresa disse...

Todos os Verões deste séc XXI eu componho esta fabulosa magia: Conhecer, visitar Assis... até e-s-t-a-r-r-e-c-e-r na preciosa "Porciúncula"...
Quanto mais tempo esta criatura aguarda, tanto mais "sede" vai crescendo... (Mas sempre existem "fontes" de permeio...).
Continuação de Bom Verão! E, se dêem conta de BELEZA de "girassóis". Estou tonta com beleza recebida, certamente abençoada...
Abraço de Paz e Bem!

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você