Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

Senhor! Fazei-me instrumento da vossa paz!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

10 fevereiro 2016

Pó da terra... amado por Deus

Se estivéssemos em tempo de verão ou calor, falar de CINZAS levaria de imediato a nossa memória ao flagelo dos incêndios. Talvez já nem quiséssemos olhar os meios de comunicação social porque, tanto sofrimento se tem vivido no nosso país por causa da beleza da natureza e dos bens dos cidadãos que, de um momento para o outro, a chamas e cinzas se reduzem.
Mas não, não é destas cinzas que neste tempo a nossa mente e coração se ocupa. Trata-se do ritual que nos introduz no tempo favorável, no tempo de repensar a vida à luz do caminho de Cristo para o calvário: a Quaresma.

Dela farei reflexão noutro texto. Aqui gostaria de falar um pouco deste rito que celebrámos, a imposição das cinzas sobre as nossas cabeças, como forma de entrar neste tempo santo do perdão e do encontro com Deus. Com a imposição das cinzas, inicia-se um tempo forte onde o cristão é chamado preparar-se dignamente para viver o Mistério Pascal: a Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo.

Podemos dizer que se trata de um rito antigo, rito penitencial, celebrado desde os primórdios da Igreja. Todos aqueles que eram dados como pecadores públicos, e que haviam pecado para com a comunidade, eram chamados a expiar estes pecados publicamente durante o tempo da Quaresma. Era prática comum em Roma que os penitentes começassem sua penitência pública no primeiro dia de Quaresma. Em sinal de arrependimento e humildade, recebiam as cinzas sobre as suas cabeças e eram levadas até ao exterior do templo, onde permaneciam em penitência pública, pois era-lhes vedada a participação activa na assembleia reunida dentro do templo. Do átrio da Igreja escutavam a Palavra e no silêncio pediam perdão. Estas práticas caíram em desuso desde o século VIII ao século X.

Este rito se estendia-se por toda a Quaresma, só voltariam a entrar no Templo e participar na vida da comunidade orante na Quinta-feira Santa, na Ceia do Senhor. No nosso tempo em que tudo parece perder sentido e significado, este rito tornar-se-ia motivo de chacota por parte de quem não tem sequer consciência do pecado e dos caminhos de arrependimento. Mesmo assim, a Igreja, não deixa de dar realce ao significado deste gesto litúrgico da bênção e imposição das cinzas, pelo qual o Celebrante recorda a Palavra da Escritura: "Arrependei-vos e acreditai no Evangelho" (Mc 1, 15) ou ainda "Lembra-te, Homem, que és pó da terra e à terra hás-de voltar". Estas palavras são o convite a reflectir sobre a nossa fragilidade humana e propensão ao pecado. Só tomando consciência disto poderemos fazer um caminho mais profundo de conversão.
O grande desafio desta liturgia está precisamente aqui: "matanoeiete", que quer dizer "Convertei-vos". A conversão implica um caminho de profunda interiorização e arrependimento, caminho este feito pela penitência como mudança de vida e mentalidade, como predisposição de recomeçar a caminhar com Cristo através da Igreja.
Termino esta simples reflexão sobre o sentido e significado das Cinzas com o texto próprio e riquíssimo da cerimónia da bênção.




Oração de bênção das cinzas

“Deus de infinita bondade, que não desejais a morte do pecador mas a sua conversão, ouvi misericordiosamente as nossas súplicas e dignai-Vos abençoar estas cinzas que vamos impor sobre as nossas cabeças, para que, reconhecendo que somos pó da terra e à terra havemos de voltar, alcancemos, pelo fervor da observância quaresmal, o perdão dos pecados e uma vida nova à imagem do vosso Filho ressuscitado, Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.”

13 comentários:

Xana disse...

Olá Frei! E todos os amigos deste «nosso cantinho», “Retalhos”, no qual há já algum tempo que não tenho partilhado nada, apesar de o visitar quase diariamente. Hoje resolvi penitenciar-me e partilhar algo da minha pobreza!
Tempo de perdão e de encontro com Deus; diz e muito bem. Tempo de receber e dar perdão…
Momento privilegiado para fazermos caminho de conversão que nos prepara a celebração da Páscoa com um coração novo.
Este tempo faz-nos um apelo profundo e forte a olharmos numa única direcção. Fixarmo-nos em Cristo Ressuscitado…
O nosso itinerário Quaresmal está iluminado pela Luz que brota da Ressurreição e sem esta Luz nada faz sentido, pois só Cristo, o Homem Novo, nos pode converter em novas criaturas. E neste processo convida-nos a partir com ELE para o caminho do deserto, da purificação e descentrar-nos de nós mesmos para nos centrar-mos n´ELE, a percorrer a escalada interior do coração para as dimensões mais profundas, deixando as superficiais e banais, que nos despersonalizam, aprendendo e identificando-nos com o SEU sentir em Paxão, a fixar-nos n´ELE e a escutar a Sua Palavra, a única Palavra que nos pode moldar o coração.

“Jesus sabendo que tinha chegado a Sua hora da passagem deste mundo para o Pai, Ele, que amara os seus que estavam no mundo, levou o Seu amor por eles até ao extremo (…) levantou-se da mesa, tirou o manto tomou uma toalha e atou-a à cintura. Depois deitou água na bacia e começou a lavar os pés aos discípulos”.(Jo 13,1;4-5)

Penso que este é um texto de reflexão no nosso itinerário Quaresmal, que nos pode ajudar a experienciar o Amor de Jesus vivido até ao extremo, hoje por nós.
-“Sabendo que tinha chegado a Sua hora”, a hora da expressão máxima do Amor, a hora de revelar o Amor do Pai vivido até ao extremo, por nosso Amor…
- “Levou o Seu Amor até ao extremo”Tudo o que Jesus disse, fez, e revelou foi por Amor…A razão última da Sua morte é precisamente essa: “por Amor”Um Amor entregue, implicado, forte e frágil ao mesmo tempo, como é o Amor de Deus…
- “Começou a lavar os pés aos discípulos” Jesus é o envida pelo Pai para dar a vida em gesto de serviço e total gratuidade. Ele depõe o manto faz-se servo, um Deus que nos lava os pés assumindo a nossa humanidade. Com total liberdade dá a vida porque quer e o deseja: ninguém me tira a vida, sou Eu que a dou (Jo (10,18). E no lava-pés expressa esse gesto máximo de Amor-Serviço que se exaltará transfigurado no alto da Cruz…

Que Deus abençoe o nossa caminhada Quaresmal vivida em sentido de lava-pés, iluminados pelo rosto de Cristo Ressuscitado que por nós morre na Cruz.
Para todos uma santa Quaresma
Xana

maresia disse...

Família Retalhos, começamos esta Quaresma, aqui neste cantinho do céu, o qual visitamos sempre em busca de Paz e sossego, que o dia a dia atribulado, muitas vezes nos tira.
Amigo, com simples, mas sábias palavras, nos leva a entrar neste tempo santo com um convite a uma mudança de vida. Registo esta passagem do texto que escreveu e que me tocou mais:
" No nosso tempo em que tudo parece perder sentido e significado, este rito tornar-se-ia motivo de chacota por parte de quem não tem sequer consciência do pecado e dos caminhos de arrependimento."
Olhar para dentro de nós, para limar todas as arestas que nos magoam e magoam os que caminham connosco e antes de mais, magoam Aquele que ama o pó que somos, é caminho de conversão.
Que aproveitemos este tempo privilegiado, para reciclar o "excesso de bagagem"...
Paz e Bem para todos

Maria Teresa disse...

Família Retalhos 2,
Paz e Bem!
Para o mundo Católico, Quaresma, desde o século IV, se aceita corresponder a abreviação de .
De facto, o SIMBOLISMO apresentado pelo número quarenta ao longo de toda a Bíblia Sagrada, merece respeito.
Devemos disponibilizar e consagrar tempo com a preparação intensa de um acontecimento assaz importante: PÁSCOA!

Mãe Lena disse...

Senhor,
Tu ensinas-me a enfrentar a Vida.
Tu tornas-me forte,
Tu fazes surgir em mim a coragem
e a confiança em quem me rodeia.

Poucos têm o Teu rosto, mas tenho presente alguém que me tem ajudado a enfrentar os meus medos, os meus receios, as minhas fragilidades.

Sem saber, uma ajuda preciosa nos meus dias. Sei bem que não estaria por aqui a rezar.

Tenho muita bagagem, enrolada e entrelaçada, dúvidas e crenças, vontade de gritar e deitar tudo fora, começar de novo, ser criança e voltar a crescer, voltar a descobrir o mundo, voltar a criar o meu mundo e voar.

Caminho, vou caminhando, atenta e absorvendo o Teu rosto e a Tua Palavra.

Mergulho neste cantinho da Paz, com este lindo cabeçalho e deixo-me ir no azul do céu, na luz da cruz que é a Tua Luz.

Confissão... Perdão... Conversão... Recomeçar...

Maria Teresa disse...

Família Retalhos 2,
Estamos vivendo Quaresma de 2012... acabei de reconhecer, justo merecendo minha atenção, que se contam os quarenta dias, exactamente apoiando-nos na Quarta feira de Cinzas...então estão também aí à porta os CINQUENTA dias... e eles nos alcançam a GLORIA DE VIDA ETERNA! Amen...
Eu cuido estar CERTA: lá nos encontraremos todas de novo, alminhas minhas queridas!

mariana disse...

A Quaresma é o tempo que antecede a celebração da Páscoa. Tempo de escuta da Palavra de Deus ,conversão, de preparação e de memória do baptismo,de reconciliação com Deus e com os irmãos, de recurso mais freqüente ao sacramento da Reconciliação.

De maneira semelhante o antigo povo de Israel caminhou durante quarenta anos pelo deserto para ingressar na terra prometida. A Igreja o novo povo de Deus, prepara-se durante quarenta dias para celebrar a Páscoa do Senhor. Embora seja um tempo penitencial, não é um tempo triste e depressivo. Trata-se de um tempo especial de purificação e de renovação da vida cristã para podermos participar com maior plenitude do mistério Pascal do Senhor.

A Quaresma é o tempo favorável para intensificar o caminho da própria conversão. Este caminho convida-nos a fazer morrer em nós o homem velho.
Trata-se de romper com o pecado que habita nos nossos corações, nos afasta de todo aquilo que nos separa do Plano de Deus, e por conseguinte, da nossa felicidade e realização pessoal.

Quaresma tempo de Olhar a Cruz, no meu/teu/nosso sofrimento, na certeza que Deus caminha connosco.

Maria Teresa disse...

Família Retalhos 2,
Paz e Bem!
Suspeitam Felicidade que transporto comigo? Sabem, ela resulta tão só de continuar recebendo bençãos... cuido que dou mais um passo certo no acompanhar de Sua Paixão!
Ele Garantiu a todos nós Vida Eterna! A Quaresma merece respeito e corresponde ao Seu Cumprimento (JC) de vontade do Pai!
Encantada, somente muito encantada por, também eu, o ter merecido!
Estou, vivendo na Terra, mas RODEADA de Anjos...

Maria Teresa disse...

Família Retalhos 2,
Paz e Bem!
Se nos sentirmos abraçados gostosamente pela espiritualidade franciscana, e damos pequenos passos, no sentido de imbuirmos nosso espírito sempre e cada vez mais na dimensão divina da Vida...
Cristo Nos aguarda serenamente e nunca Nos abandona!
A Quaresma eu a entendo como uma referência, uma marca, para o Homem fazer juz à Sua Redenção!
Para já, fito meu Tau pendurado: querido Francisco (São) eu Te respeito? Estarei no caminho da Paz e do Bem?
Se merecer Teu consentimento, certamente estou no Seu caminho...
E Quaresma sempre é um Tempo muito grato a todos nós! Eu continuo FELIZ! E porque não?

Ceci disse...

HÁ UMA FORÇA MOTRIZ

Há uma força motriz
mais poderosa que o vapor,
a eletricidade e a energia atómica:
a vontade


Albert Einstein

Anónimo disse...

Resolvi ir à Internet pesquisar sobre este assunto. E fi-lo, para me elucidar e aproveitar também, para porventura, fazê-lo relativamente a outras pessoas. É pena a Igreja, muitas das vezes, não dar explicações aos fiéis acerca de determinados rituais. A Igreja parte do princípio de que, todas as pessoas estão dentro dos assuntos, mas às vezes não é bem isso que se passa…

O que é Quarta-feira de Cinzas?
A Quarta-feira de Cinzas representa o primeiro dia da Quaresma no calendário gregoriano, podendo também ser designada por Dia das Cinzas e é uma data com especial significado para a comunidade cristã. A data é um símbolo do dever da conversão e da mudança de vida, para recordar a passageira fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Coincide com o dia seguinte à terça-feira de Carnaval e é o primeiro dos 40 dias entre essa terça-feira e a sexta-feira (Santa) anterior ao domingo de Páscoa.
A origem deste nome é puramente religiosa. Neste dia, é celebrada a tradicional missa das cinzas. As cinzas utilizadas neste ritual provêm da queima dos ramos abençoados no Domingo de Ramos do ano anterior. A estas cinzas mistura-se água benta. De acordo com a tradição, o celebrante desta cerimónia utiliza essas cinzas húmidas para sinalizar uma cruz na fronte de cada fiel, proferindo a frase “Lembra-te que és pó e que ao pó voltarás” ou a frase “Convertei-vos e crede no Evangelho”.

O que é a Quaresma?
Quaresma é a designação do período de quarenta dias que antecedem a principal celebração do Cristianismo: a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no Domingo de Páscoa, praticada desde o Século IV e é uma palavra que vem do latim.
A Quaresma começa na quarta-feira de cinzas e termina na quinta-feira da Semana Santa, quando os católicos realizam a preparação para a Páscoa. O período é reservado para a reflexão, a conversão espiritual e onde os cristãos se recolhem em oração e penitência para preparar seu espírito.
Cerca de duzentos anos após o nascimento de Cristo, os cristãos começaram a preparar a festa da Páscoa com três dias de oração, meditação e jejum. Por volta do ano 350 d.C. a Igreja aumentou o tempo de preparação para quarenta dias e foi assim que surgiu a Quaresma.

maresia disse...

Arrependimento. Conversão. Nascer de novo pela água e pelo Espírito. Eis a chave que Jesus nos oferece para uma nova oportunidade; mas não a impõe...oferece-a; assim é o caminho que o Senhor nos propõe.
"A conversão implica um caminho de profunda interiorização e arrependimento, caminho este feito pela penitência como mudança de vida e mentalidade, como predisposição de recomeçar a caminhar com Cristo através da Igreja."
Senhor, ajuda-me a percorrer este caminho que me propões, neste tempo de Quaresma.

Mãe Lena disse...

Pai Nosso,
que Estais no Céu,
Durante esta época de arrependimento,
Tende misericórdia de nós.

Com a nossa oração,
o nosso jejum
e nossas boas obras,
transformai o nosso egoísmo
em generosidade.

Abri os nossos corações
à Vossa Palavra,
Curai as nossas feridas do pecado,
Ajudai-nos a fazer o bem neste mundo.

Que transformemos a escuridão
e a dor em vida e alegria.

Ámen

ceci disse...


"A Quaresma possui essa força de nos recordar o que mais importa na vida, de nos pôr no justo lugar, nem mais nem menos, sem máscaras."...

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você