Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

Senhor! Fazei-me instrumento da vossa paz!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

10 fevereiro 2013

PESCADOR DE HOMENS

V TEMPO COMUM - Lc. 15, 3-8.11
 
É de todos sobejamente conhecida a passagem da Escritura que nos narra a pesca milagrosa. Mas que podemos nós, de forma simples, retirar deste texto?
 
Jesus sobe ao barco de Simão (Pedro) pois a multidão era muita e, pedindo para que se afaste um pouco da terra começa a ensinar.
 
Jesus entra no barco, o mesmo é dizer que entra na vida de Simão e por ele na vida de cada um de nós. E entra para ensinar, não para ser ouvido, tocado, seguido como se de um profeta qualquer se tratasse mas para ensinar.
 
Surge então o milagre mas com um objetivo claro da parte de Jesus: mostrar que Ele tem poder sobre a Criação. A não pesca torna-se agora, à ordem de Jesus,  em pesca abundante.
 
Pedro reconhece-se então PECADOR "afasta-te de mim, Senhor, porque eu sou um homem pecador". Mas Cristo, o pedagogo do Amor, da Misericórdia e da Bondade de Deus, escolhe os fracos e pecadores, aqueles que se deixam tocar pela sua consciência e se reconhecem indignos de "ver" o Mestre. E é este Mestre que ama e perdoa para reconduzir os que o Pai lh'E deu ao seio do Amor Divino. O pecado de Pedro é libertado pelo Amor e Eleição que Cristo já havia feito acerca dele e dos seus companheiros pescadores.
 
Desta forma prepara Pedro e os Apóstolos para a missão futura: “não temas, de hoje em diante serás pescador de homens”. Pescar homens significa trazer para Deus muitos irmãos perdidos no mar da vida. E eles seguiram Jesus.
 
O Seguimento exige muitas vezes, da nossa parte, ruturas, romper com o passado ou com as estruturas, abertura ao outro e à novidade da vontade de Deus, iniciar nova caminhada onde assumimos para nós o querer de Deus na fidelidade para com Ele.
Como Simão, deixemos que Cristo entre na nossa vida, nos ensine e envie aos irmãos a levar a novidade do Reino. Vivamos e testemunhemos a Fé tendo Cristo como o Senhor da Vida e da História.
Bom Domingo em paz e bem!
 

3 comentários:

Madalena disse...

Deixar Jesus Cristo entrar na nossa vida, na nossa história implica sempre uma tomada de consciência da nossa debilidade, fraqueza, do nosso pecado. Mas somente se O deixarmos olhar para as nossas feridas e Lhe pedirmos que nos cure delas, abrir-nos-emos para o Seu Amor e a Sua Misericórdia. Somente então poderemos levar essa mesma experiência aos outros e pô-los a seguro nos braços de Jesus.
Sejamos - como Pedro e tantos outros - pescadores de homens...

Mãe Lena disse...

"Deus entra na vida de cada um de nós para ensinar..."

Neste mundo cheio de vícios é necessário um recomeço para que a vontade de Deus seja feita. Mas para que este recomeço seja realizado, temos de ser nós próprios a escutar Deus, sentir o projeto que Ele tem para nós, sentir o Seu Amor e caminhar... Com a coragem de aceitar a mudança que Deus quer e nos pediu para fazer.

Difícil, quando estamos enraizados numa sociedade de costumes e tradições.

Cofiemos no Senhor, e com Ele vamos conseguir espalhar a Paz e o Bem.

maresia disse...

Família Retalhos, estamos a viver o Ano da Fé e por isso nos questionamos sobre o testemunho que damos, através das nossas obras, como dizia S. António. Atravesso tempos difíceis, enfrentando medos, aceitando desafios; em muitos momentos me questiono: onde está Deus?
Especialmente nas situações de injustiça, sofridas e sentidas no coração e na alma, procuro encontrar na Fé, a minha força e luz. No meio de um turbilhão de dúvidas, lembrei-me das palavras de Jesus aos Apóstolos, no meio de um temporal. “De que tendes medo, homens de pouca Fé?”
Recordo ainda o exemplo da criança, que ia confiante no barco, apesar do mar bravo, porque era o seu pai que ia ao leme.
Assim é na verdade; duvidas, medos e inquietações, têm a sua origem na minha falta de confiança e de Fé. Ainda há poucos dias ouvi numa das suas homilias em S. António, Frei, citando S. Paulo:” ...Não te inquietes.”
Lembro ainda o testemunho de Maria José Nogueira Pinto, que teve como lema e força de vida, o Salmo 23: “O Senhor é meu pastor, nada me faltará”
“...Maior que os nossos pecados, é o Amor de Deus por nós...” foi a frase que lhe ouvi na sua homilia Frei, lembrando o sentir de Simão (S. Pedro), que se achava indigno de seguir o Senhor, para O servir.
Obrigada Amigo, por toda a catequese que nos proporciona na Eucaristia que celebra em S. António.
Que o Bom Deus o abençoe e recompense, Amigo.
Seja por caridade

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você