Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

Senhor! Fazei-me instrumento da vossa paz!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

06 julho 2013

Lisboa: Patriarca D. Manuel Clemente

D. Manuel Clemente tomou posse como patriarca de Lisboa
D. José entrega o Báculo, símbolo do Pastor,
ao novo Patriarca de Lisboa D. Manuel Clemente
 D. Manuel Clemente tomou hoje posse como 17º patriarca de Lisboa, na Sé da diocese, sucedendo a D. José Policarpo, responsável pelo Patriarcado durante 15 anos.
Para o novo patriarca de Lisboa, a designação “tomada de posse” tem um significado “impreciso”, porque “a única posse é de Cristo” e hoje, mais do que assumir um cargo afirma a disponibilidade para que a diocese “tome conta” dele.
“Esta tomada de posse significa, na verdade, uma despossessão de mim próprio para que a Igreja de Lisboa tome conta de mim”, referiu.
“A única coisa que peço a Deus é que seja assim: Que todos nos desapossemos de nós próprios para que Jesus Cristo seja em nós o único sinal a apresentar ao mundo”, referiu aos presentes na Sé de Lisboa.
“Que a igreja de Lisboa tome conta de mim, que o Senhor tome conta das nossas vidas, e que deixemos que Ele seja tudo em nós”, disse D. Manuel Clemente no fim da celebração da tomada de posse.
D. Manuel Clemente iniciou a sua intervenção saudando o patriarca emérito, um “amigo” e “orientador”; dirigiu-se depois a D. António Montes Moreira, bispo emérito de Bragança-Miranda, que acompanhou o agora patriarca de Lisboa no início do percurso académico.
Dirigindo-se aos bispos auxiliares do Patriarcado de Lisboa, D. Nuno Brás e D. Joaquim Mendes, o patriarca sugeriu que brevemente será nomeado um novo elemento para o “ministério episcopal” na diocese.
“Em Lisboa há o patriarca e vários bispos mas um único ministério episcopal. Enquanto não fomos quarto, quando estivermos 3 é como estarmos um só”, afirmou D. Manuel Clemente incluindo o patriarca emérito D. José Policarpo no ministério episcopal
Momentos antes, D. José Policarpo manifestara “solicitude pastoral” para com a igreja de Lisboa, servindo-a agora de forma diferente e desejando “muito vivamente” que o ministério do seu sucessor “corresponda a uma etapa nova de crescimento como Povo do Senhor”.
No ato da tomada de posse, o responsável pelo Cabido da Sé Patriarcal, cónego Carlos Paes, referiu que o Patriarcado inicia “um novo ciclo”.
“O Papa Francisco em Roma e o Patriarca Manuel em Lisboa, iniciamos hoje um novo ciclo no Patriarcado, o que não é motivo de vaidade, mas acréscimo de responsabilidade”, referiu o deão do Cabido da Sé de Lisboa.
D. Manuel Clemente tomou posse como patriarca de Lisboa após a oração da “Hora Intermédia”, na Sé de Lisboa.
Antes de assinar a ata da tomada de posse, o núncio apostólico em Lisboa, D. Rino Passigato, leu o decreto de nomeação do Papa Francisco.
Depois, D. José Policarpo deixou a cátedra que ocupou durante 15 anos, entregou o báculo ao seu sucessor, que se dirigiu para a cadeira de bispo diocesano, na Catedral.
PR


FONTE: www.ecclesia.pt

1 comentário:

Mãe Lena disse...

Que o Espírto Santo ilumine o caminho do D. Manuel Clemente.

Que altere o que existe a alterar de forma a que "Jesus Cristo seja em nós o único sinal a apresentar ao mundo".

Paz e Bem!

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você