Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

Senhor! Fazei-me instrumento da vossa paz!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

19 setembro 2015

Mãe Maria no Céu

Mãe Maria Farinha da Silva
UM ANO DEPOIS...

Hoje passa um ano da partida da minha querida mãe para o Céu.
Apenas 15 dias depois de ter partido
o meu querido pai...

NUNCA O AMOR SE TORNOU TÃO FORTE...

...na saudade de tantas coisas que nada nem ninguém poderão trazer mas que só uma mãe é capaz de dar.
Razão tem a música popular do Alentejo
"Ó minha mãe, minha mãe
ó minha mãe minha amada.
Quem tem uma mãe tem tudo,
quem não tem mãe não tem nada".

Se fosse possível morrer de amor e saudade simplesmente, creio bem que, eu já não faria parte da terra dos vivos.

Mais uma vez OBRIGADO MÃE...

Nunca Deus poderia ter dado à minha insignificante existência humana, uma Mulher tão digna e tão nobre como a minha mãe...

Junto de Deus continue a olhar por mim, por nós...

__________________________

Amigos...

Antes de mais OBRIGADO por terdes rezado pela minha mãe.

HOJE A MINHA MÃE PARTIU SERENAMENTE PARA O CÉU.

Depois do falecimentos do meu pai, faz hoje 15 dias, a minha mãe esteve em coma, depois de uma queda, hematoma grave...

Mas nesta hora JÁ ESTÁ JUNTO DE DEUS!

Tanta coisa podia agora dizer da minha mãe.
Ontem e hoje procurei, depois dos médicos apresentarem a situação como muito crítica, prepará-la para partir sem medo, na paz e serenidade de quem acredita na Vida Eterna.

E ali, comigo ao seu lado a minha mãe partiu, com o rosto sereno e lindo que sempre teve, e o coração foi-se apagando.
Rezei, cantei, conversei com ela durante a tarde e tenho certeza que ela ouviu e que me via.
Há coisas que se notam pelas máquinas como o aumento da pulsação, mas mais ainda pela certeza do coração de um filho.

Mãezinha... como lhe disse esta tarde, Deus não podia ter-nos dado uma mãe melhor. FOI A MELHOR MÃE DO MUNDO. OBRIGADO!

Agora do céu enviem-me o pai e a mãe as forças necessárias para continuar.

Até já mãezinha.

OBRIGADO A TODOS OS QUE FORAM OS GRANDES AMIGOS QUE TANTO ME AJUDARAM A DIGNIFICAR A VIDA DO PAI E DA MÃE: QUE DEUS VOS ABENÇOE:

Benedicat

14 comentários:

www.freespirit-sjorge.blogspot.com. disse...

Frei Albertino,
Ontem ao deparar com a notícia do Sr Manoel e D.Maria em coma...desde ontem tenho pensado no sr.Quanto amor uniu este casal, esta Família!E esta demonstração final...um após o outro apenas com intervalo de 15 dias...bênção encantamento, carinho...?Muita maravilha para este casal!Nem mesmo os grandes romancitas e grandes poetas seriam capazes de conceber um final com tanto tempo de permanência e incômodos em ambiente hospitalar, os dois de maneira tão delicada, principalmente pensando nos filhos...elegantemente se despediram, como que de mãos dadas, mas não abruptamente, para dar ocasião para uma adeus individual aos filhos...é um enredo muito lindo!Bẽnção que o casal mereceu, e que o sr mereceu!Paz e Bem, Frei Albertino!Deus seja louvado!
Sirlene

mãe Lena disse...

Força terás! Enviadas pelos teus pais la do céu e pelos teus amigos que estão sempre contigo caminhando ao teu lado.

A tua mãe Maria sempre teve um sorriso lindo que não esquecerei. Meiga, atenciosa... os meus mimos!

Na certeza que.a mas está em paz, um abraco muito grande.

Sofia e João disse...

Olá, Frei Albertino, nesta hora difícil, também não tenho palavras para expressar o que é quer que seja, mas quero dizer-lhe a Mãe do Céu cuida muito bem dos seus, e enviará muitas bênçãos para os filhos que tão bem cuidaram dos pais, o filho na terra que tanto amou e fez pelos pais o Frei foi um deles,
Mãe Maria no Céu reza pelos teus filhos,
João e Sofia Rodrigues, com saudades de si.
Abraços
Paz e bem

Da minha parte frei, (do João), só lhe posso desejar muita força e animo, nesta nova etapa da vida, não podemos encarar a morte como uma perda, mas sim como uma mudança, que continue a servir o mundo com os seus dons musicais, que todos nós tanto gostamos de si. um grande abraço. João Rodrigues

Anónimo disse...

Agora é tempo de serenares a tua alma....
Fizeste o possível e o impossível...
Estiveste e foi o mais importante!
Teres a noção que estiveste presente na partida do teu Pai e da tua Mãe deverá ser um dos teus maiores consolos.
Hoje, provavlemente já se encontraram e do Céu continuam a olhar pelo filho que tanto orgulhosos os deixou.

Duas Estrelas no Céu a olhar por ti!

um anjo

mariana disse...


Frei

Nesta Hora são necessárias muitas palavras. Nós nunca estamos preparados para a partida.Força, conte a nossa oração. São mais dois anjos lá em cima a rezar por si.
Um Bji gr.

Anónimo disse...

Frei Albertino! Nestes momoentos não há palavras... ´so lhe digo qe os seus pais agora estão muito bem cuidads, pela MÃE e pelo PAI do Céu. Apesar de que enquanto viveram nesta terra o Frei se desvelou e primorou nos cuidads com eles, agora no Céu estão uito mais cuidados... Já cantam, louvam, e gozam sobretudo da alegria eterna junto d'AQUELE que tanto nos ama e olha por nós. Sei que a separação fisica saudade trás saudade e sofrimento... mas muita coragem e eles o ajudarão a superar tudo isso junto do Pai do Céu.
Muita força..

Ceci disse...

..."EU ESTOU AQUI

Eu estou contigo, sempre. A cada minuto do teu dia… das tuas noites.
Todos aqueles tempos difíceis em que pensas que estás sozinho. Não. Eu estou aqui. Sempre. Dentro do teu coração.
Todos os tempos sombrios são tempos de solidão. São tempos de aprendizagem.
E eu estou aqui, sempre ao pé de ti. Eu estou aqui. Sempre estive."
...

Muita força, rezamos com a certeza que estão os dois em paz.

maresia disse...

Estamos aqui, Frei, hoje e sempre, acompanhando-o neste momento difícil.
Ao encontrar este texto, lembrei algumas passagens que o Amigo partilhou, nos últimos momentos com a sua mãe, do seu testemunho de Fé nas cerimónias fúnebres...
Se conhecesses o mistério imenso
do céu onde agora vivo,
este horizonte sem fim,
esta luz que tudo reveste e penetra,
não chorarias, se me amas!
Estou já absorvido no encontro de Deus,
na sua infindável beleza.
Permanece em mim o seu amor,
uma enorme ternura,
que nem tu consegues imaginar.
Vivo numa alegria puríssima.
Nas angústias do tempo,
pensa nesta casa onde, um dia,
estaremos reunidos para além da morte,
matando a sede na fonte inesgotável
da alegria e do amor infinito.
Não chores,
se verdadeiramente me amas!
Santo Agostinho

Mª Teresa disse...

Bom dia FA,
Comentários não perdem encanto por dias ou horas ... Essas máquinas não são "respeitadas" por Quem Decide...
Por isso, não desejando atropelar palavras, desejo MUITO partilhar sentimentos de demais Retalhistas.
Bem haja!

Mãe Lena disse...

"As pessoas entram nas nossas vidas por acaso, mas não é por acaso que permanecem​." - Liliam Monet

Ao fim de um mês, sinto muita falta dos meus mimos...

Ana Ramos disse...

tio hj aki longe de tudo e de todos ao ver um vidio de natal nao consegui conter as lagrimas ao lembrar dos nossos natais juntos com os avos .... a imagem que nao me sai da cabeca da casa na aldeia decorada com o presepio e a arvore que montavamos juntos... e a saudade bateu mas bateu muito forte passado 3 meses de eles terem partido eu nao me conformo todos os dias quando entro no meu quarto olho para eles e digo ke os amo coisa que sempre fiz questao que eles o soubesem em vida ....

Albertino disse...

Olá minha querida sobrinha Ana.
Antes de mais que bom teres passado por aqui.
É verdade que já passaram três meses e a saudade é muita, de muita coisa, DELES SOBRETUDO, e dos Natais em nossa Casa, com o presépio e a árvore de Natal, com as prendinhas simples e pobres que eles conseguiam comprar, com o aniversário da tia...
Mas o conforto está na Fé, na certeza que tenho que estão no Céu e sim... eu também falo com eles e deixo carir uma lágrima.
Eles sabem to os amámos e amamos hoje. E nós bem sabemos o quanto nos amaram... o quanto eles amaram os netos... no Céu eles protegem-nos.
Beijinho enorme.

Mãe Lena disse...

Mãe Maria,
Ao ler as palavras que o seu filho escreveu, escutei a sua voz a cantar este cântico popular. Cantou-o imensas vezes sempre com um sorriso no rosto. Saudades, muitas, dos momentos que passámos juntas, sempre perto do pai Manel. Um beijinho e... um sorriso <3

Mãe Lena disse...

2 anos passaram...
Sei que está a olhar por nós, sei que sorri sempre que recordo o seu sorriso.
Saudades...mais que a ausência, é a vontade da presença.

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você