Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

SANTA E FELIZ PÁSCOA!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

23 janeiro 2016

Teresa de Calcutá: Canonização

VATICANO, 18 Dez. 15 / 10:33 am (ACI)
Após meses de espera, o milagre que permitiu a canonização da Beata Madre Teresa de Calcutá foi aprovado oficialmente pelo Vaticano. A data que em que a religiosa será declarada santa ainda não foi divulgada.
Os rumores sobre a canonização circulam há meses. Entretanto, o Vaticano fez o anúncio oficial em um comunicado hoje, 18 de dezembro, junto com o reconhecimento das virtudes heroicas do Padre Giuseppe Ambrosoli, dos Missionários Combonianos do Coração de Jesus, dando-lhe o título de Venerável.
Há poucos dias, Francisco se reuniu com o Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, para avançar em várias causas de canonização. Teve uma nova audiência privada em seu aniversário, ontem, 17 de dezembro.
Na reunião de ontem, o Papa aprovou o milagre atribuído a Madre Teresa, a cura inexplicável de um homem brasileiro, da Diocese de Santos (SP), que tinha abscessos cerebrais.
Embora não haja planos oficiais, o Cardeal Amato sugeriu anteriormente que o dia 4 de setembro de 2016 – considerado como um dia de Jubileu para os trabalhadores e voluntários da Misericórdia – seria a possível data de canonização, próximo de 05 de setembro, festa de Madre Teresa e aniversário da sua morte.
Em setembro, Padre Caetano Rizzi, vigário judicial da Diocese de Santos e promotor de justiça do caso do milagre, disse à ACI Digital que o Papa estava interessado em canonizar Madre Teresa durante o Ano Santo da Misericórdia, que vai de 08 de dezembro 2015 a 20 de novembro de 2016.
Na reunião de 17 de dezembro com o Cardeal Amato, Francisco também aprovou as virtudes heroicas do Padre Adolfo, do Instituto dos Irmãos das Escolas Cristãs, assim como do Padre Enrico Hahn.
TERESA DE CALCUTÁ
Agnes Gonxha Bojaxhiu nasceu em 26 de agosto de 1910, em Skopje, Macedônia. Ela era a caçula de três filhos, participou de um grupo de jovens dirigido por um sacerdote jesuíta que a fez considerar uma vocação de serviço como freira missionária.
Juntou-se às Irmãs de Loreto aos 17 anos e foi enviada para Calcutá, onde ensinou em uma escola secundária. Depois de contrair tuberculose, foi enviada para descansar em Darjeeling e estava no meio desta enfermidade quando descobriu “uma ordem” de Deus para deixar o convento e viver entre os pobres.
O Vaticano concedeu a permissão para sair das Irmãs de Loreto e viver seu novo chamado, sob a liderança do Arcebispo de Calcutá.
Madre Teresa começou a trabalhar nos bairros pobres, ensinava às crianças e assistia os doentes em seus lares. Um ano depois, alguns de seus ex-alunos se uniram a ela e, juntos, se colocaram a serviço de homens, mulheres e crianças que agonizavam nas ruas.
Em 1950, as Missionárias da Caridade nasceram como uma congregação da Arquidiocese de Calcutá. Em 1952, o governo lhes concedeu uma casa a partir da qual continuaram sua missão de servir os pobres e esquecidos de Calcutá.
A congregação cresceu rapidamente e, de uma única casa para os moribundos e muito pobres, chegou  a ter 500 casas em todo o mundo.
Madre Teresa estabeleceu abrigos para as prostitutas, mulheres maltratadas, orfanatos para crianças pobres e lares para vítimas da AIDS. Foi uma ferrenha defensora dos não nascidos.
Morreu em 5 de setembro de 1997 e foi beatificada apenas seis anos depois, por São João Paulo II, em 19 de outubro de 2003.




05 janeiro 2016

Papa visita Greccio de surpresa...

Cidade do Vaticano

Na tarde desta segunda-feira, o Papa Francisco fez uma visita surpresa a Greccio, localizada na região italiana do Lácio (província de Rieti), para visitar o lugar em que São Francisco instituiu – na noite de Natal de 1223 – o Presépio. Ali se deteve por alguns minutos em “oração pessoal”. De fato, tratou-se de uma visita surpresa, comunicada somente ao prior do Santuário de Greccio e ao bispo de Rieti, Dom Domenico Pompilli. Situada a quase 100Km de Roma, o Pontífice fez a breve viagem de automóvel. O Santo Padre foi acolhido por cerca de 70 jovens que estão participando de um encontro em andamento no Santuário desde sábado, 2 de janeiro. Antes de visitar a capela do Santuário de Greccio, Francisco havia almoçado com o bispo de Rieti, Dom Pompilli. Após a visita privada, o Papa encontrou também a comunidade franciscana local. Os jovens saudados pelo Papa estão reunidos num encontro promovido pela Diocese de Rieti. Com participantes de toda a Itália, a iniciativa tem como fio condutor a “Laudato si”, Carta encíclica do Papa Francisco sobre o cuidado da casa comum.
GRECCIO 

Greccio, o Santuário do Presépio, a mística da Encarnação, lugar que mexe com a nossa intimidade. Entrar em Greccio é como voltar ao ventre da mãe e ser trazido novamente à Luz! Francisco veio a este lugar em 1217 e, desde então, suas profundas marcas aqui estão. Subiu a montanha, abasteceu-se da força divina e descia para pregar ao povo. A aldeia de Greccio ouvia encantada a pregação do Santo e não queria que ele nunca mais fosse embora e arrumaram um jeito dele ficar. João Velita, homem rico da aldeia, ajeita um terreno no bosque que o Santo pede para ser mais retirado da aldeia, distante na medida de um tiro de pedra. Diz a lenda que pediram a uma criança que atirasse uma tocha o mais longe possível, onde ela caísse, despenhadeiro acima ou abaixo, ali seria o lugar; para a surpresa de todos a tocha foi parar a três quilômetros de distância. Ali escavaram as grutas e espaços para alojar Francisco e seus frades. Pura lenda, mas carregada de significação: o lugar do recolhimento é sempre um lugar indicado pela Luz. Entre 1223 houve a famosa celebração de Natal, onde Francisco escolhe um canto no meio da floresta, faz uma manjedoura na fenda da pedra, e foi compondo com frades e o povo da aldeia os personagens do Presépio; uma encenação teatralizada do Nascimento do Senhor, o primeiro Presépio que se tem notícia depois daquela Luminosa e Gloriosa noite em Belém. Greccio é a atualização de Belém. Hoje neste ponto celebrativo tem uma capela dedicada a São Lucas. Leão, Rufino e Ângelo escreveram, na instigante inspiração de Greccio, os trechos da Legenda dos Três Companheiros, tem até uma carta com dia mês e ano comprovando o relato dos três que também passaram um bom tempo neste Eremo. A Legenda dos Três Compnaheiros é a mais pura revelação de um ideal nascivo, gestado sob a fecundidade divina. Greccio é um útero, seio, ventre… lugar de um novo renascer. 
Hoje, o Eremo é um santuário cravado e pendurado na rocha; simplicidade e imponência, permanência e fortaleza; é como se fosse um grande ouvido colado para uma grande escuta dos ecos do Absoluto. Por dentro dele podemos ver o primitivo refeitório, um quartinho de São Francisco, a cantina, o pequeno e surpreendente dormitório dos frades, a capelinha e o coro, relíquias do bem aventurado João de Parma, o púlpito onde São Bernardino de Siena pregava. A igreja nova foi construída em 1960 e dedicada à Imaculada Conceição. Esta igreja é de uma beleza indescritível!

 (Frei Vitório Mazzuco) - See more at: http://ofmgoias.com.br/portal/papa-francisco-faz-visita-surpresa-a-greccio.html#sthash.0NZ7ULfs.dpuf

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você