Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

PORTUGAL: BEM VINDO SANTO PADRE!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

14 fevereiro 2016

Quaresma: Tentação...

Hoje a liturgia coloca à nossa reflexão o texto de Lc 4, 1-13

Jesus tentado no deserto.
Encontrei este vídeo que nos pode ajudar a fazer uma boa reflexão sobre as tentações e a missão de Jesus e como devemos nós também iniciar este tempo da quaresma.
O texto e a música do vídeo são belíssimos e além de proporcionarem uma enorme reflexão conduzem o nosso ser à oração e contemplação.
(desactivar a música do blogue na coluna da direita)
NB- ESTE VÍDEO NÃO É O QUE ESTAVA AQUI E A QUE SE DESTINARAM OS COMENTÁRIOS EXISTENTES NESTE MOMENTO. ESSE OUTRO VÍDEO FOI RETIRADO PELO AUTOR.

10 fevereiro 2016

Pó da terra... amado por Deus

Se estivéssemos em tempo de verão ou calor, falar de CINZAS levaria de imediato a nossa memória ao flagelo dos incêndios. Talvez já nem quiséssemos olhar os meios de comunicação social porque, tanto sofrimento se tem vivido no nosso país por causa da beleza da natureza e dos bens dos cidadãos que, de um momento para o outro, a chamas e cinzas se reduzem.
Mas não, não é destas cinzas que neste tempo a nossa mente e coração se ocupa. Trata-se do ritual que nos introduz no tempo favorável, no tempo de repensar a vida à luz do caminho de Cristo para o calvário: a Quaresma.

Dela farei reflexão noutro texto. Aqui gostaria de falar um pouco deste rito que celebrámos, a imposição das cinzas sobre as nossas cabeças, como forma de entrar neste tempo santo do perdão e do encontro com Deus. Com a imposição das cinzas, inicia-se um tempo forte onde o cristão é chamado preparar-se dignamente para viver o Mistério Pascal: a Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo.

Podemos dizer que se trata de um rito antigo, rito penitencial, celebrado desde os primórdios da Igreja. Todos aqueles que eram dados como pecadores públicos, e que haviam pecado para com a comunidade, eram chamados a expiar estes pecados publicamente durante o tempo da Quaresma. Era prática comum em Roma que os penitentes começassem sua penitência pública no primeiro dia de Quaresma. Em sinal de arrependimento e humildade, recebiam as cinzas sobre as suas cabeças e eram levadas até ao exterior do templo, onde permaneciam em penitência pública, pois era-lhes vedada a participação activa na assembleia reunida dentro do templo. Do átrio da Igreja escutavam a Palavra e no silêncio pediam perdão. Estas práticas caíram em desuso desde o século VIII ao século X.

Este rito se estendia-se por toda a Quaresma, só voltariam a entrar no Templo e participar na vida da comunidade orante na Quinta-feira Santa, na Ceia do Senhor. No nosso tempo em que tudo parece perder sentido e significado, este rito tornar-se-ia motivo de chacota por parte de quem não tem sequer consciência do pecado e dos caminhos de arrependimento. Mesmo assim, a Igreja, não deixa de dar realce ao significado deste gesto litúrgico da bênção e imposição das cinzas, pelo qual o Celebrante recorda a Palavra da Escritura: "Arrependei-vos e acreditai no Evangelho" (Mc 1, 15) ou ainda "Lembra-te, Homem, que és pó da terra e à terra hás-de voltar". Estas palavras são o convite a reflectir sobre a nossa fragilidade humana e propensão ao pecado. Só tomando consciência disto poderemos fazer um caminho mais profundo de conversão.
O grande desafio desta liturgia está precisamente aqui: "matanoeiete", que quer dizer "Convertei-vos". A conversão implica um caminho de profunda interiorização e arrependimento, caminho este feito pela penitência como mudança de vida e mentalidade, como predisposição de recomeçar a caminhar com Cristo através da Igreja.
Termino esta simples reflexão sobre o sentido e significado das Cinzas com o texto próprio e riquíssimo da cerimónia da bênção.




Oração de bênção das cinzas

“Deus de infinita bondade, que não desejais a morte do pecador mas a sua conversão, ouvi misericordiosamente as nossas súplicas e dignai-Vos abençoar estas cinzas que vamos impor sobre as nossas cabeças, para que, reconhecendo que somos pó da terra e à terra havemos de voltar, alcancemos, pelo fervor da observância quaresmal, o perdão dos pecados e uma vida nova à imagem do vosso Filho ressuscitado, Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.”

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você