Retalhos Bem-vindo! Retalhos Willkommen! Retalhos Bienvenido! Retalhos Bienvenue! Retalhos Benvenuti! Retalhos Welcome! Retalhos 歡迎! Retalhos Καλως ηλθατε! Retalhos Добро пожаловать! Retalhos!مرحبا Retalhos

Senhor! Fazei-me instrumento da vossa paz!

VÍDEOS: Para visualizar e ouvir os vídeos deverá dasativar a música de fundo no painel aqui do lado esquerdo

28 abril 2017

P. Joaquim Carreira das Neves

P. Joaquim Carreira das Neves (1934-2017)

OBRIGADO QUIM!


A respiração bíblica e franciscana do pensamento de um homem bom
                                                                      
            Hoje, dia 28 de abril, pelas 10h00 o coração do Pe. Joaquim Carreira deixou de palpitar e todos começámos já a sentir quanta falta nos vai fazer a "respiração bíblica e franciscana" deste homem de Deus e irmão dos homens. 
            Nascido na Caranguejeira, Leiria, a 26 de junho da 1934, tomou o hábito franciscano, a 14 agosto de 1950, vindo a professar definitivamente a Regra de S. Francisco a 15 de agosto de 1955. Foi ordenado sacerdote a 13 de julho de 1958. Frequentou a Faculdade de Teologia do Pontifício Ateneu Antoniano de Roma, onde obteve a licenciatura em teologia em 1959, tendo-se especializado em Sagrada Escritura no Instituto Bíblico Franciscano em Jerusalém (1960-1961). Continuou seus estudos bíblicos, licenciando-se in re biblica no Instituto Bíblico de Roma em 1962. Cada vez mais apaixonado pela Escritura, prosseguiu os estudos que culminaram no Doutoramento em Teologia Bíblica em Salamanca (Espanha, 1964). Foi professor ordinário da Faculdade de Teologia na Universidade Católica Portuguesa desde a sua fundação, em 1968.
            Foi professor de muitos dos que hoje são pastores na Igreja, tantos outros que investigam e ensinam teologia. Mas nunca se ficou pela docência dentro das quatro paredes das aulas. Soube, de facto, como ninguém, trazer a reflexão teológica, sempre iluminada pela Palavra, para o espaço público. Foi sobretudo um homem livre e um servidor da Palavra que liberta. Mas foi também sempre uma mnte atenta aos sinais do tempo e um interprete atento do palpitar do mundo no qual viveu sempre como cidadão do infinito.
            Foi membro da Academia das Ciências e tem dedicado toda a sua vida, sem se deixar vencer pelos anos ou doenças, ao serviço da Palavra de Deus, tentando comunica-la em linguagem clara corajosa e através de todos os meios de comunicação que Deus foi colocando ao seu dispor. Publicou e interveio assiduamente em jornais e periódicos. Lembremos a série de fascículos publicados pelo Expresso sobre a Bíblia, em 2010. Durante anos era ele que presidia habitualmente à eucaristia da RTP e explicava a liturgia da palavra de cada domingo noutro canal televisivo.
            Nos mais recentes anos o Pe. Joaquim Carreira mereceu várias e diferentes homenagens que atestam o mérito da sua obra. Lembremos a revista Didaskalia volume XXXV,1-2, 2005, sob o título: Ao sabor da Palavra. Homenagem ao Prof. Joaquim Carreira das Neves, por ocasião da sua jubilação. No dia 18 de janeiro passado, no auditório da Biblioteca Lúcio Craveiro, em Braga, teve lugar mais uma homenagem que terá sido o último acto público do franciscanos teólogo Fr. Joaquim Carreira das Neves.
            Escreveu, além de centenas de artigos em revistas da especialidade, numerosas obras lidas com gosto por leitores mais e menos versados nas ciências bíblicas. Das suas obras publicadas em papel, já que das outras obras a humildade franciscana não nos aconselha a publicitar, lembramos:
A Teologia da Tradução Grega dos Setenta no Livro de Isaías, Coimbra 1973; Jesus Cristo, História e Fé, Braga 1989; Jesus de Nazaré, Quem és Tu?, Braga 1991.  Jesus Cristo. História e mistério, Braga 2005; As grandes figuras da Bíblia’, Lisboa 2010; A Bíblia, o livro dos livros, Lisboa 2007; Escritos de São João, Lisboa 2004; Evangelhos Sinópticos, Lisboa 2004; As Novas Seitas Cristãs e a Bíblia, Lisboa, 2004; A condição humana sem pecado original, Braga 2014; São Paulo. Dois mil anos depois, 2011; Lutero. Palavra e fé, 2014;Deus existe? Uma viagem pelas religiões, 2012; O coração da Igreja tem de bater, Lisboa 2013; Saudades de Deus, 2015; O rosto e as imagens. Jesus, Paulo, Francisco e o presente, 2015.
            Nos últimos meses, o Pe. Joaquim preparava a edição de um publicação que ele assumia como a "última" e a "obra da sua vida", sobre S. João, Evangelista. A doença já não lhe permitiu acabar este projeto. Mesmo assim, ficamos com a esperança que boa parte do trabalho feito posso vir a lume.
            Estamos, pois, todos muito agradecidos ao Pe. Carreira, mas cabe a Deus dar a este seu fiel servo a justa recompensa. A nós, resta-nos augurar que, nas palavras do amigo António Marujo, «a respiração bíblica e franciscana do pensamento dele inspire muitas outras pessoas».
                                    Fr. Isidro P. Lamelas   ofm




No dia 28 de abril de 2017, pelas 10.00 horas, na Enfermaria Provincial, em Lisboa, faleceu o Frei Joaquim Carreira Marcelino das Neves. Tinha 83 anos de idade, 66 de profissão religiosa e 59 de sacerdócio.

Está depositado em câmara ardente na Igreja do Seminário da Luz, em Lisboa, onde será celebrada a Eucaristia às 19.00 horas de hoje.

Amanhã, às 10.00 horas, será celebrada Missa de Corpo presente presidida por Sua Eminência o Sr. Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente. Seguirá de imediato para a sua terra Natal, Souto da Caranguejeira – Leiria onde serão celebradas Solenes Exéquias. Ficará sepultado junto do seu irmão Frei Manuel Carreira Marcelino das Neves, no talhão da Família. 


20 abril 2017

Pastorinhos. Santos a 13 de maio

Fátima: Papa Francisco vai presidir à primeira canonização de sempre em Portugal

Rito da Canonização em Latim decorre durante a Missa do 13 de maio, com procissão das relíquias dos futuros santos Francisco e Jacinta

Lisboa, 20 abr 2017 (Ecclesia) - A canonização de Francisco e Jacinta Marto, a 13 de maio, em Fátima, presidida pelo Papa Francisco, vai ser a primeira cerimónia do género em Portugal.
As celebrações de canonização acontecem, por norma, na Praça de São Pedro.

A data e o local para a canonização dos irmãos pastorinhos foram anunciados hoje após um Consistório Público, reunião formal entre o Papa e cardeais, no Palácio Apostólico do Vaticano. O prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, cardeal Angelo Amato, disse durante o Consistório que a “breve vida” dos mais novos pastorinhos de Fátima “foi rica de fé, amor e oração”

A Missa a que o Papa vai presidir a 13 de Maio, pelas 10h00, inclui assim o rito de canonização propriamente dito, em latim, no qual o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, acompanhado pela postuladora da causa, irmã Ângela Coelho, pede em três momentos sucessivos que os beatos sejam inscritos no “álbum dos Santos”. 

“Em honra da Santíssima Trindade, para exaltação da fé católica e incremento da vida cristã, com a autoridade de nosso Senhor Jesus Cristo, dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo e a nossa, após ter longamente refletido, invocado várias vezes o auxílio divino e escutado o parecer dos nossos irmãos no episcopado, declaramos e definimos como Santos os Beatos Francisco e Jacinta Marto, inscrevemo-los no Álbum dos Santos e estabelecemos que em toda a Igreja eles sejam devotamente honrados entre os Santos”, refere a fórmula de canonização, a ser proferida pelo Papa. 

O rito de canonização prevê que os relicários dos dois novos santos sejam colocados junto ao altar, com as respetivas relíquias os relicários em forma de candeia – um deles contendo um fragmento de osso da costela de Francisco e o outro uma madeixa de cabelo de Jacinta. A página oficial da visita do Papa a Fátima adianta que o transporte das relíquias dos mais jovens santos não-mártires vai ser feito pela irmã Ângela Coelho; o bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, fará "uma breve apresentação da biografia dos dois novos santos, antes da invocação da ladainha dos santos". "Cânticos de júbilo assinalam a proclamação, dando por fim a cerimónia e retomando a celebração da Missa", acrescenta a nota divulgada no site www.papa2017.fatima.pt. Francisco e Jacinta Marto vão juntar o seu nome a uma lista de santos portugueses que se estende desde antes do início da nacionalidade. canonização é a confirmação, por parte da Igreja, que um fiel católico é digno de culto público universal (no caso dos beatos, o culto é diocesano) e de ser dado aos fiéis como intercessor e modelo de santidade. Este é um ato reservado ao Papa, desde o século XII, a quem compete inscrever o novo Santo no cânone. Nos primeiros séculos, o reconhecimento da santidade acontecia em âmbito local, a partir da fama popular do santo e com a aprovação dos bispos. Ao longo do tempo e sobretudo no Ocidente, começou a ser solicitada a intervenção do Papa a fim de conferir um maior grau de autoridade às canonizações dos santos. A primeira intervenção papal deste tipo foi de João XV em 993, que declarou santo o bispo Udalrico de Augusta, falecido vinte anos antes. As canonizações tornaram-se exclusividade do pontífice por decisão de Gregório IX em 1234.

16 abril 2017

RESSUSCITOU! ALELUIA!

PORQUE BUSCAIS ENTRE OS MORTOS AQUELE QUE VIVE?
NÃO ESTÁ AQUI, RESSUSCITOU COMO DISSE!
 
Que certeza do túmulo vazio nos leve sempre a encontrar caminhos de esperança e de paz e que do Alto nos venha sempre a força para cantar "Aleluia!"
 
A PÁSCOA CRISTÃ
 
Jesus Cristo foi o homem que uniu contrastes.
Morreu na cruz perdoando a humanidade,
Saboreou a glória do anonimato,
Surpreendeu a todos com seus atos.
No campo da emoção tinha segurança
Mas, por trás dela, a sensibilidade.
Juntou todos numa só aliança
E ao mesmo tempo permitiu a liberdade.
Nenhum homem foi tão honrado,
Também nenhum outro permitiu tamanha humilhação.
Tudo lhe era inabalado
Até mesmo na hora da crucificação.
Transparecia muita simplicidade.
Mesmo com a grandeza do seu poder,
Fazia com a sua humildade,
O rico, do seu degrau descer.
Jamais veremos maior prova de amor:
Alguém, por nós, morrer na cruz.
Só ELE, o Mestre e Senhor,
Só ELE, Cristo Jesus.
(Paloma Andrade Pinheiro)

AVISO LEGAL – Procurarei fazer, neste blog, uma utilização cautelosa de textos, imagens, sons e outros dados, respeitando os direitos autoriais dos mesmos. Sempre que a legislação exigir, ou reclamados os referidos direitos de autor, procurarei prontamente respeitá-los, corrigindo informação ou retirando os mesmos do blog

 
© 2009 | RETALHOS 2 | Por Templates para Você